[RESENHA] BLACK: Fugir não vai adiantar - Raquel Moreira

05:30:00

BLACK: Fugir não vai adiantar - Raquel Moreira

Na trama somos apresentados a Sarah, que aparentemente parece ser uma mulher frágil, mas, na verdade ela é muito determinada, talentosa e dona de uma língua afiada e muito sarcasmo. 
Ela perdeu os pais e foi criada pelos avós, mas esse fato não é nem próximo do verdadeiro trauma que ela sofreu. Há alguns anos atrás, ela vivenciou uma situação tão aterrorizante que ficou hospitalizada entre a vida e a morte. Após o ocorrido sua vida foi desmoronando aos poucos, ela abandonou a faculdade de publicidade, mudou-se de cidade, tudo por conta do medo. 
Atualmente ela tenta refazer a sua vida, retomando as atividades de antes, mas os danos físicos e psicológicos nunca se apagaram, e acabaram tornando Sarah uma pessoa diferente, alguém mais sombria e de poucos amigos. O único em que ela confia de verdade é Sam, seu melhor amigo, para superar seus traumas, só ele sabe exatamente o que aconteceu naquele dia que mudou sua vida.
Em uma noite, Sam convida Sarah para ir a uma boate para se distrair, para deixa-lo feliz, porque na verdade a vontade de ir é nenhuma, e é lá que ela acidentalmente esbarra em um misterioso homem. É óbvio que a química entre eles é instantânea, porém, uma briga interrompe o momento, e Sarah fica extremamente agradecida, pois queria fugir do integrante homem. 
O que ela não esperava, era que alguns dias depois ela seria contatada por um de seus antigos professores, que hoje em dia tornou-se um amigo, oferece a ela uma possível campanha publicitaria, pois mesmo não formada, ela trabalha na área. Ela prontamente aceita a proposta, e então eles marcam uma entrevista com o dono do estabelecimento no qual ela fará a campanha. Como o destino adora brincar com as pessoas, para sua surpresa, quando ela chega ao local combinado, o restaurante Black Wolf , ela dá de cara com alguém que esperava nunca mais encontrar, o misterioso homem da boate, porém agora ele tem nome e atende por Thomas Mai, ele é nada menos que um dos mais bem sucedidos empresários, conhecido por sua longa lista de conquistas e, para a tormenta de Sarah, também será seu novo chefe. 
Obviamente eles acabam se envolvendo, mas o relacionamento deles é baseado apenas em sexo, sem nenhum tipo de compromisso, até onde essa história irá sem envolver nenhum tipo de sentimento? 
Confesso que ao começar a leitura da trama, pensei ser mais uma história do cara rico que se envolve com a menina sofrida e eles se envolvem e são felizes para sempre, só que não, a trama é completamente intensa, Thomas é intenso, assim como Sarah tem traumas profundos. 
A trama é muito bem escrita, a autora soube como nos prender do inicio ao fim, ao ponto de não conseguir largar a trama, os personagens são muito bem construídos, nunca havia lido nada da Raquel e minha primeira experiencia foi bastante positiva. 
A capa é muito bem-feita, traduz bem Thomas, não encontrei nenhum erro ortográfico, agora, só me resta recomendar e muito a leitura!



Leia Black
Amazon

TALVEZ VOCÊ GOSTE

0 comentários

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *