[RESENHA] Sunshine - M.S. Fayes

Desde de que li Rainbow , fiquei completamente apaixonada pela trama e pelo casal Thomas e Rainbow, no segundo livro da série não foi dif...

Sunshine - M.S. Fayes
Desde de que li Rainbow, fiquei completamente apaixonada pela trama e pelo casal Thomas e Rainbow, no segundo livro da série não foi diferente. Sunshine já havia me conquistado desde o primeiro livro, e agora vendo ela ganhar luz própria, me encantei mais ainda, a personalidade da garota é tão intensa, que somos capazes de sentir e viver cada emoção pelo qual ela passa. E, se até então meu coração era de Thomas, Mike ganhou ele por completo.
Recapitulando, Sunshine é a Irmã mais nova de Rainbow e irmã gêmea de Storm, personagens conhecidos do primeiro livro, a família deles vivem a cultura hippie intensamente (podemos perceber pelos nomes deles, rs.), os pais deles levam muito a sério a filosofia e abominam qualquer tipo de capitalismo, vivem plantando algo, indo a eventos e alguma comunidade hippie, fazendo, em grande parte os três fiquem responsáveis por si mesmo.
Por não se prenderem muito aos locais que vivem, eles acabam se mudando constantemente, e os filhos sempre os acompanharam porém, na última vez em que se mudaram, decidiram fixar-se, e foi aí que Rainbow se descobriu, Storm virou jogador do time de futebol americano da escola e Sunshine vem vivendo diversas experiências.
Sunshine - M.S. FayesSunny sempre foi a mais extrovertida dos três irmãos, é amiga de todos, está sempre sorrindo, sabia o efeito que surtia nos meninos e gostava da atenção que recebia, por ser tão sociável e amigável acabou sendo vista como uma menina fácil, mas no fundo escondia sua verdadeira personalidade. Ela passava uma imagem que curtia a vida adoidado, sem se preocupar com nada nem com a opinião de ninguém, de fato ela não se preocupava mesmo, mas ela tinha seus limites e escondia de todos o quanto era uma menina romântica e doce. Sunny também escondia de todos que era apaixonada pelo melhor amigo do namorado de sua irmã, Mike Crawford, era o grande amor de sua vida (e agora, o meu também). Mike é o receptor do time de futebol da sua escola e desde que se beijaram em uma festa, ele vive constantemente em seus pensamentos.
O que ela não esperava era que após o beijo, Mike colocaria uma distância enorme entre eles dois, e sempre deixou claro que só queria a amizade dela.
Mike partiu para a faculdade e Sunshine sempre achou que Mike, fosse como os outros jogadores do time, que tinham milhares de garotas atrás deles, e que não desperdiçavam nenhuma oportunidade, porém ele não foi criado para tratar uma garota de qualquer maneira, ele as respeitava e até que conhecesse alguém que realmente mexesse com ele, ele continuaria se abstendo das festas e curtição, mas desde que beijo Sunshine, tudo que ele pensa é ter ela definitivamente.
O que vinha perturbando Mike, era o fato de como manter um relacionamento sério e que funcionasse, se ele estava indo para Princeton e Sunny tinha que viver todas as experiências de forma intensa como ela era. Como ele conseguiria manter seus pensamentos na faculdade e no time de futebol, quando só pensava que outros estariam ali para tomar algo que lhe pertencia? Teria ele força para aguentar tudo isso?
Como todo livro, nem tudo são belas flores, os dois irão precisar enfrentar diversas batalhas para se manterem unidos, ciúmes, desconfianças, distância, brigas bobas por motivos mais bobos ainda, será que o sentimento que os dois tinham poderia ser mais forte que todas as descobertas e decepções que a vida revelará para os dois, que ainda estavam aprendendo um com o outro o verdadeiro significado de amar? 
Achei esse livro muito mais divertido que o anterior, e acreditem, Storm garante quase todas (se não todas) as cenas de comédia do livro, ele está completamente obsessivo com as irmãs, imaginado coisas completamente sem noção, deixando até os próprios pais malucos, o ciúme do garoto em relação a Sunshine e Rainbow e seus respectivos namorados, é tão louco, que terminei o livro com a barriga doendo de tanto rir. 
E antes de falar sobre as considerações finais do livro, preciso falar sobre Mike, apesar de passar uma imagem de pegador devido a fama dos jogadores de futebol, ele é um cara completamente avesso a isso, ele é tímido, lindo (por dentro e for fora), romântico, do tipo que faz tudo para ver a menina com ele esteja feliz, e ainda nos é revelado um fato na trama, em uma cena especifica, que faz deixar toda a cena muito mais encantadora, definitivamente, estou desejando a cada segundo que um Mike apareça em minha vida, é impossível não ficar apaixonada por ele. 
Se já tinha virado fã da série somente com o primeiro livro, após Sunshine, me tornei presidente do fã clube, e agora, confesso que já estou ansiosíssima para saber a história de Storm, porque pela prévia que já tivemos dele aqui, já podemos imaginar o quão maravilhoso será ver ele tomando forma e se mostrando e revelando todos os segredos dele para gente, não é? 
Assim como no livro anterior, a capa de Sunshine, ficou lindíssima, todos os detalhes que a compõem, fazem com que a gente siga o verdadeiro clichê ‘’ o livro me ganhou pela capa’’, a trama é muito bem escrita, Martinha faz com que a gente sinta cada sensação, sentimento e experiência pela qual os personagens passem, ela sabe como conquistar nossos corações, com suas mocinhas tão determinadas e mocinhos tão apaixonantes, não é à toa que sou tão fã dela, não encontrei nenhum erro ortográfico e a diagramação está impecável, parabéns Editora Pandorga e M.S. Fayes pelo incrível trabalho. 
Se você ainda não conhece os livros que compõem a série, sugiro que leia o mais rápido possível, e se você já conhece, leia de novo, esses livros merecem ser lidos quantas vezes forem possíveis! 
Deixe a energia e paixão por viver de Sunshine envolver você também!


Leia Sunshine


Talvez você goste

0 comentários