[RESENHA] Fortitude - Gustavo Carvalho

Quer um livro para chorar horrores? Então estou aqui, te recomendando Fortitude . Comecei a ler achando que pelo menos teria um final fel...

Fortitude - Gustavo Carvalho
Quer um livro para chorar horrores? Então estou aqui, te recomendando Fortitude. Comecei a ler achando que pelo menos teria um final feliz, apesar de tudo, mas meu deus, me acabei em lágrimas e não somente no final, mas durante a história também. 
Uma história que aborda o amor e a amizade na forma mais pura, a importância da família de uma forma única e a dor da perda de um jeito especial. Um livro que aborda o amadurecimento, as mudanças, o aprendizado, o perdão, bullying, amor e a amizade. 
Fortitude nos conta a história de Manu e Chris, mas não só deles. Também temos um pouco do Adam, Cleber, Martha e de alguns personagens “secundários” que também tem a sua importância para compreender tudo que envolve o casal. Manu é uma garota rica, filha do prefeito, meio mimada, mas com grandes sonhos, mesmo que para muitos seja fútil, ela ainda tem os seus sonhos. Namorada do Adam, o jogador de futebol com um temperamento ruim, eles estão juntos mais pela conveniência do que por amor, ao menos é isso que acreditam. 
Chris é um garoto muito doce e ingênuo. Sonhador e adora pintar, ele tem um segredo, algo que vai mudar a vida de todos, mas que não deixa de ser uma decisão dele e o mais importante, algo que mudará a vida dele para sempre. Decidido a aproveitar ao máximo sua via, ele cria uma lista com desejos para se realizar e aos poucos, com a ajuda de seu irmão, Cleber, ele vai riscando esses desejos e criando memórias lindas. Porém, ele recebe outra ajuda, alguém que ele sempre quis por perto, mas por acreditar não ser merecedor e pela extrema timidez, ele nunca se aproximou. Até ela vir para perto dele, até ela desejar conhece-lo e estarem realmente próximos. 
De uma certa forma, um muda a vida do outro, mas Chris acaba trazendo lições grandes e importantes na vida das pessoas. Creio que para mim, a relação familiar entre Chris e Cleber foi um ponto forte. Apesar de terem uma relação complicada, devido a tudo o que está por vir, eles se aproximam, realizam os desejos do Chris juntos e essa relação é algo lindo e fundamental para a história. 
O final me fez chorar muito, mas muito mesmo. A cada página, era um novo aperto no peito, uma nova lágrima e uma nova esperança. 
Apesar do livro ser contado em terceira pessoa, a leitura fluiu bem e de forma rápida. Mesmo que o livro seja curto, o autor soube construir a história e apesar de achar que o Chris era inocente demais, ainda assim me vi apaixonada por ele. Na verdade, acho que me apaixonei por quase todos os personagens, mesmo o Adam, que no início eu só quis muito bater nele por tudo o que ele fez. 
Além disso, temos uma capa maravilhosa. Ela combina bem com a história, seja pelas cores, quanto pela concha. Também temos uma boa diagramação e revisão, pontos positivos para o livro na hora de ler. 
Se eu indico o livro? Sim, principalmente se estiver disposto a chorar, se apaixonar e aprender de uma forma pura e única.


Leia Fortitude

Talvez você goste

0 comentários