[RESENHA] Elle: música, amor e amizade - Jack Rock #01 - Aretha V. Guedes

No primeiro livro da série Jack Rock , somos apresentados à Helena, ou como ela prefere ser chamada, Elle (no decorrer do livro é possív...

Elle: música, amor e amizade - Jack Rock #01 - Aretha V. Guedes
No primeiro livro da série Jack Rock, somos apresentados à Helena, ou como ela prefere ser chamada, Elle (no decorrer do livro é possível entender o porquê do apelido), ela e Chris são melhores amigos desde a infância, tanto que ambas as famílias tratam os dois como se fossem seus próprios filhos. 
Aos quatorze anos, Elle tinha tudo o que uma garota poderia sonhar. Tinha uma família maravilhosa, uma boa casa e um melhor amigo que qualquer um sonharia em ter, eles eram como irmãos, não havia nada na vida pudesse separa-los, nem mesmo as namoradas ciumentas que tentavam de tudo para acabar com a amizade, tentavam em vão, porque no fim, Chris sempre escolhia Elle. 
Eles são amigos, antes mesmo de Elle pronunciar sua primeira palavra, desde que nasceu, eles eram vizinhos e a única coisa que os separavam era uma cerca. Chris, que apenas, dois anos de idade quando Elle nasceu, já que suas famílias já era amigas, automaticamente eles se tornaram melhores amigos e companheiros. Foi Chris, inclusive, que deu o apelido a ela, como não conseguia pronunciar o nome real Helena, ele começou a chama-la de Elle, e assim ela é chamada até hoje. 
A grande paixão de Chris desde pequeno sempre foi a música, porém, seu pai, conhecido por todos como o Delegado, nunca concordou com o sonho do menino, pois acreditava que ele deveria seguir seus passos, a grande incentivadora da carreira musical dele, foi a mãe de Elle, que ao montar o quarto secreto para a menina brincar, fez para Chris, um mini palco, lá ele realizava grandes shows para sua maior fã, Elle, e graças a ela e seus planos malucos, que ele começou a fazer aulas de violão em sua casa quando tinha 16 anos escondido de seus pais. 
Após meses tendo suas aulas escondido, o pai de Chris acaba descobrindo o segredo e lhe dá um ultimato e o faz escolher: a música ou ele. Claro que a resposta veio automaticamente; ele optou pela música. Porém como toda ação tem uma reação, ao optar pelo seu amor, ele precisou abrir mão de outro, pois ao escolher a música, seu pai deixou bem claro que ele teria que sair de casa e abandonar a cidade, logo, perderia Elle também, e foi assim que ele saiu da vida da garota. 
Passados quatro anos que seu melhor amigo se distanciou da sua vida, Elle, já não aguenta mais de tanta saudade e está praticamente enlouquecendo. A vida da garota está completamente confusa, pois se já não bastasse os milhares de quilômetros que a faz ficar distante de seu melhor amigo, ela ainda precisa arrumar um jeito de contar a seus pais que assim que completar seus tão esperados dezoito anos, fato que ocorreria em poucas semanas, irá para uma universidade no outro lado do país. 
Porém, tudo muda, quando durante um passeio de carro, após uma leve distração, faz com que seu pai, que estava ao volante, se distraia o suficiente para não perceber um carro que vinha na contra mão, em alta velocidade ,depois disso, tudo é um breu na mente de Elle e a única coisa que consegue fazer é ficar ali, estirada na grama, assistindo as chamas devorarem aqueles a quem mais ama. 
Após passar dias desacordada, ela finalmente acorda e descobre que além de ter perdido seus pais, precisa tomar decisões importantes que irão redefinir sua vida e ajudá-la a começar do zero. E é justamente nesse momento, que ninguém menos que Chris, volta para cumprir a promessa feita anos atrás, de não a abandonar jamais, por motivo nenhum. 
Mas não pense que durante esses quatro anos em que se mantiveram fisicamente afastados, eles não mantiveram contato, pelo contrário, eles se falavam sempre que possível. 
Depois de toda comoção por sua volta, Chris precisa dizer algo a Elle, que não irá agradá-la muito, ele logo revela que Elle precisará de ajuda financeira nesta nova fase de sua vida, e que ele irá ajudar e dará tudo o que ela precisar. Levada por seu lado racional e orgulhoso, ela logo corta os planos dele e diz que prefere trabalhar ao ter que passar a depender de alguém, ainda mais estando tão perto da liberdade. 
Outra coisa que também não lhe agrada muito é a companhia que Chris traz com ele: John, o vocalista da Jack Rock e seu melhor amigo. 
Desde o primeiro momento em que se viram, John e Elle não se entenderam muito bem, porém, pelo bem de sua amizade com Chris, eles acabam tentando conviver sem criar uma guerra. 
John, que observa toda discussão de perto, decide acabar com a briga e que todos devem agir como adultos e enfrentarem a realidade: Elle precisa de dinheiro e quer consegui-lo por conta própria, ele então, decide oferecer um emprego ao invés de ficar impondo como a vida de Elle deve seguir, ele oferece a Elle um emprego como sua assiste, assim ela poderá continuar vendo Chris regularmente e ainda ter um meio de se sustentar. Porém o que ninguém contava era que essa decisão iria causar tanta confusão, brigas e ainda criar um triângulo amoroso, que convenhamos, já sabemos que não irá acabar bem. 
Ao longo da trama somos apresentados aos personagens secundários, e não menos importantes que completam toda história de uma forma incrível, os demais integrantes da banda, ao louco empresário deles, a Sam, irmã mais nova de Chris e grande amiga de Elle, e a uma ex que odiaremos do início ao fim, acreditem. 
Desde que li esse livro no wattpad, fiquei torcendo para que um dia se tornasse físico, pois eu gostei tanto que queria ele guardado comigo, quando iniciei a leitura, confesso que após quatro anos, Chris se tornaria aquelas estrelas sem noção nenhuma e arrogantes, que esquecem de onde vem e do que deixaram para trás dos livros de roqueiros que costumo ler, porém, me enganei miseravelmente. 
Ele não só se manteve o mesmo de sempre, leal e amigo, como não deixou de cumprir a promessa feita a Elle, de nunca a abandonar. 
John, claramente me passou a sensação de esconder um grande segredo, que confesso, tenho algumas teorias sobre o que é, mas relaxem, não irei revelar para não correr o risco de , de repente, soltar algum spoiler, mesmo com toda pinta de bad boy e garoto problema, ele é completamente inseguro sobre si, e não deixa de forma alguma que alguém descubra seu verdadeiro eu, vou contar uma coisinha, não sei como Elle lidou com esses dois, pois foi muito difícil não se apaixonar por ambos. 
Falando em Elle, ela e uma garota forte e, mesmo contudo que passou, manteve-se firme e fiel a quem ela é, o amor que ela sente por Chris é tão puro e verdadeiro, que sem dúvidas, se ela tivesse que escolher entre a sua vida e a dele, ela escolheria a dele, e falando em fidelidade, Sam também se encaixa perfeitamente nessa categoria, além de ser extremamente divertida, mesmo com poucas aparições, ela foi capaz de conquistar meu coração de primeira. 
Desde quando li esse livro, a um tempo atrás, me encantei por ele, a autora conseguiu construir um passado para todos os personagens secundários, sem simplesmente joga-los na história, além de construir boas sacadas para eles durante toda trama para fazê-la completa e não só o triangulo Chris,Elle e John, todos tem suas particularidades e isso me agradou muito, quem me agradou demais foi Kim, ela tem um grande destaque e toda história, além de ter ajudado Elle em diversos momentos, o que fez se tornar uma grande amiga, inclusive Kim, ganhou uns capítulos ao fim do livro, narrados pela sua perspectiva, que já adianto explica algumas coisas, como o fato dela ter se tornado integrante da banda, e nos deixa com aquela vontade de quero mais. 
Além do capítulo bônus da Kim, também iremos encontrar mais um brinde, o volume 1.5 – Depois que te deixei, narrado pelo Chris, e o prologo do segundo volume da Jack Rock – Elle sombras do passado, e caso, você caro (a) leitor(a), esteja se perguntando, sim, já tem até o volume quatro da série, disponível, em ebook pela Amazon, então, não perde tempo e adquira a série completa de uma vez! 
Uma das coisas que eu mais gosto, além de toda trama, obviamente, é a capa, são todas muito lindas, com temas que tem tudo a ver com a história, a autora fez um ótimo trabalho em todo livro, não encontrei nenhum erro ortográfico, e a diagramação está impecável. 
Recomendo sem sombras de dúvidas não só a leitura desse livro, como da série completa!


Leia Elle


Talvez você goste

1 comentários