[RESENHA] Cinder - Crônicas Lunares #01 - Marissa Meyer

Estou simplesmente apaixonada por Cinder . Assumo que não dei nada a história, mesmo sendo uma releitura do conto de fadas Cinderela, a...

Cinder - Crônicas Lunares #01 - Marissa Meyer

Estou simplesmente apaixonada por Cinder. Assumo que não dei nada a história, mesmo sendo uma releitura do conto de fadas Cinderela, achei que não iria me agradar e me arrependo imensamente de ter ficado com isso na mente. Estou mais que encantada pelo livro e todo o mistério que envolve a história. 
Cinder é uma ciborgue mecânica. Uma ciborgue doce, forte e apesar de ser feita, na maior parte de “metal”, ela ainda é meio “humana”, tendo sentimentos, apesar de não poder fazer algumas coisas, como chorar, ela ainda sente. Tendo uma madrasta horrível, uma irmã cruel e outra irmã maravilhosa, Cinder tem somente como amigos, sua meia irmã legal e Iko, uma ciborgue com “defeito”. Sempre consertando os aparelhos eletrônicos, ela acabou criando uma certa “fama” e isso acabou atraindo o príncipe Kai para lhe auxiliar no conserto de seu ciborgue, ela só não sabia que isso iria ajudar a mudar sua vida para sempre. 
A festa no palácio se aproxima e apesar de saber que sua madrasta nunca irá deixa-la ir ao baile, ela ainda deseja conseguir ir, em seu interior, principalmente quando o príncipe Kai a convida para ir como acompanhante dele. No entanto, coisa começam a acontecer, coisas ruins, como sua irmã contrair Letumose, uma praga conhecida também como febre azul, que até então, não havia cura. Além desse sofrimento em saber que sua meia irmã está doente, ela também precisa lidar com a sua madrasta a enviando para ser parte de “experimentos” no castelo real para conseguir a cura dessa praga e é no laboratório do castelo que ela acaba conhecendo mais sobre si mesmo, descobrindo coisas que não sabia sobre si e sua família e é também no castelo que ela acaba se aproximando mais de Kai, mesmo que ela não conte a verdade sobre o que ela é, por medo de ser rejeitada e por vergonha de ser como ela é. Entretanto, ela tem algo a mais para se preocupar. Levana, a rainha de Lunar, “planeta” onde uma poderosa rainha governa com o seu “dom”, está chegando ao planeta Terra e todos sabem que ela é uma mulher cruel, tirana e manipuladora. Alguém que está em busca de guerra, de dominação do mundo, uma mulher louca e horrível, e apesar de Cinder descobrir somente depois, ela é uma inimiga poderosa de Levana. 
Cinder já perdeu pessoas e coisas importantes, ela está disposta a fugir e deixar tudo para trás, plano que sempre teve, mas que agora pode realmente acontecer, as coisas mudam e ela precisa ir salvar o Kai, ela precisa contar o que descobriu, no entanto, tudo é jogado nela e as descobertas que acaba fazendo afeta a sua vida para sempre. 
A primeira coisa que posso afirmar é que apesar de Cinder acatar as ordens de sua madrasta, você vê que ela tem uma certa rebeldia dentro dela. Ela questiona, ela vai em busca da verdade, Cinder é uma ciborgue maravilhosa e extremamente forte, apesar de tudo o que ela viveu. Ela se importa com os outros, mesmo que isso afete sua vida para sempre, Cinder tem um coração de ouro e isso realmente me chamou muito a atenção. Apesar de termos o Kai nessa equação, o foco todo está em Cinder, ela é a protagonista, ela tem o estrelato, ela é quem pode mudar tudo e creio que isso foi o que mais amei. Uma “mulher” com todo o foco no livro, ela não precisa de ninguém a defendendo, apesar de tentarem e de as vezes ela sentir isso. Como a história é contada em terceira pessoa, temos um pouco sobre o Kai também, as decisões que ele precisa tomar e o quão difícil as coisas estão sendo para ele, porém como eu disse, o foco sempre se volta para Cinder.
Uma história futurista, com críticas ao governo de forma oculta, com muito mistério, decisões e problemas surgindo. Como esse é o primeiro livro, creio que foi mais para apresentar os personagens e os problemas que irão enfrentar, no entanto, mesmo sendo somente uma apresentação, já me cativou e me deixou louca pelos próximos livros. 
A capa do livro é outra coisa que me chamou a atenção. Apesar de ser simples, ela está linda. Algo delicado, mas combinando completamente com a história. Junto a isso, temos uma diagramação e revisão impecáveis, tornando a leitura fluída. 
É uma história cativante. Uma distopia futurista que te deixa com gostinho de quero mais. Agora que tive, preciso ler o resto, preciso saber como termina, a ansiedade e as teorias que foram criadas necessitam ser confirmadas e desvendadas. Cinder conseguiu me prender e agora estou apaixonada. Se você gosta de uma boa distopia, Cinder é a minha recomendação.


Leia Cinder

Talvez você goste

1 comentários

  1. Oi, Yukie
    Menina, eu simplesmente amo essa série! Terminei ela esse mês e fiquei encantada com tudo que a Marissa escreveu e criou. Ela é maravilhosa, mexe com as releituras de uma forma espetacular. Tem tensão, ação, muito romance e diversas coisas.
    Eu amei demais e super indico os demais livros!
    Beijos
    http://www.suddenlythings.com/

    ResponderExcluir