[RESENHA] Belo Funeral - Irmãos Maddox #05 - Jamie McGuire

Partindo do princípio, depois de conhecer um pouco sobre a Família Maddox , temos Travis trabalhando infiltrado com os homens de Benny pa...

Belo Funeral - Irmãos Maddox #05 - Jamie McGuire
Partindo do princípio, depois de conhecer um pouco sobre a Família Maddox, temos Travis trabalhando infiltrado com os homens de Benny para ganhar a confiança do chefão da máfia de Las Vegas e assim poder prendê-lo, porém o que ele não contava era que os capangas de Benny tentaria mata-lo achando que era Abby, além de tudo esses mesmos homens possuíam fotos de toda a família. 

Para conseguir proteger a família, um plano precisa ser bolado, e é aí que surge a ideia da morte de Thomas, a coisa precisa ser tão real, que temos até um funeral com uma carta que acredite, te levará as lágrimas tanto quanto me levou. 
Falando em Thomas, vemos ele e Liis, pais de uma linda garotinha chamada Stella, que com apenas dois dias de vida já se vê obrigada a se separar do pai, para que todo plano possa dar certo. 
Também temos Trenton e Cami , casados há oito anos e vivendo drama de não conseguirem ser pais, o que é bem triste, visto que lembramos muito bem o quanto ele era amoroso com Olive, desde ali tínhamos um vislumbre do ótimo pai que ele poderia ser. Trent é o que fica mais transtornado quando descobre a verdade sobre seus irmãos, até então ele achava que eles trabalhavam com publicidade e seguros, ao descobrir que dois estavam no FBI e dois no bombeiros, é uma traição imperdoável. Cami, também é muito injustiçada nessa história e se vê obrigada a ouvir coisas desagradáveis de Falyn e Abby. 
Falyn e Taylor estão separados graças ao temperamento difícil dele, o que além de custar a relação, também custa o emprego dele e do irmão. 
Travis e Abby, que já são pais de duas crianças, estão esperando a chegada do terceiro filho e passam por momentos difíceis enquanto cuidam de um bebê prematuro e lidam com as consequências de saberem a verdade pela qual o resto da família sofre. Porém o amor dos dois que conhecemos a muito tempo atrás se mantém intacto, o que sinceramente, até hoje me faz suspirar, já que o os dois se são um dos meus casais favoritos desde o início. 
Também temos América e Shepley, que hoje em dia são pais de três crianças e não importa o quanto amem Travis e Abby e toda a família, não aceitam as mentiras e todas desculpas contadas por eles. Começa aí todo drama que iremos enfrentar ao longo do livro, a amizade deles com Abby e Travis, fica abalada e acreditem é muito difícil para nós leitores e grandes fãs dos Maddox, ler isso. 
Por mais difícil que seja de acreditar, a única que tem a cabeça no lugar e se torna a mais sensata quando tudo vem à tona, é Ellie, não gostei muito do livro dela, assumo, mas o amadurecimento dela é surpreendente. 
Jim, nosso querido papai Maddox, é amado por todos como sempre e continua sendo aquele que protege com pulso firme sua família, mesmo com a idade avançada e todos os seus problemas de saúde. 
Graças a todos os segredos e perigos que envolvem a trama, vemos todos os Maddox, se virando um contra o outro, por outro lado também temos os velhos hábitos deles se resolverem trocando socos e chutes e sempre apoiando. 
Chegar a esse ponto é o mais difícil para mim pelo menos, pois Jamie nos obriga a ler uma morte inesperada e que sinceramente, até hoje não me desceu muito bem e a outra morte, que mesmo já sendo esperada, me fez sofrer muito, o choro foi e sempre será livre nesse livro. 
Não sei dizer até hoje meus sentimentos em relação a esse livro, pois tenho um mix dentro de mim, que mistura amei e odiei. Certas coisas não ficaram claras para mim e fico me perguntando sobre a necessidade de certos fatos terem ocorrido e quanto sofrimento poderia ter sido evitado, mas enfim. 
Toda a trama trouxe muitas emoções à tona, eu ri, senti raiva, chorei (e muito), sério, até hoje quando lembro de toda trama ainda me emociono, o que posso afirmar e que se a Jamie, tem a intenção real de escrever outros livros como ela a princípio programou, que não sejam tão sofridos quanto esse. 
Mas, antes que vocês pensem que não vale a pena ler toda a trama (para quem não leu obviamente), peço que dê uma chance, pois além dele fechar a saga dos irmãos temos a oportunidade de saber o que aconteceu na família após onze anos, e vamos combinar, falando em qualquer um dos Maddox, é bem difícil, resistir não é mesmo? 
A Editora Verus, como sempre fez um excelente trabalho na capa, não é novidade para ninguém, o quanto sou apaixonada por essas capas da família Maddox, não encontrei nenhum erro ortográfico, a diagramação está impecável. 
Recomendo que seja feita a leitura de todos os demais livros, para então vir se emocionar com esse, de coração, leiam, mesmo triste, vale a pena.


Leia Belo Funeral


Talvez você goste

0 comentários