[RESENHA] Sem Amor - Katy Regnery

Sem Amor é aquele livro que te cativa logo no início, te ensina e faz pensar, esse livro é aquela história que não é só amor, também é a...

Sem Amor - Katy Regnery
Sem Amor é aquele livro que te cativa logo no início, te ensina e faz pensar, esse livro é aquela história que não é só amor, também é aprendizado. 
Brynn é aquele tipo de pessoa que está muito quebrada, mas essa dor é pela perda não superada. Uma pessoa que se questiona sobre as decisões tomadas a muito tempo, mas que depois de tanto tempo sobrevivendo na inercia da vida, decide, com a ajuda indireta do passado, que ao menos começar a tentar a viver é algo que ela precisa. Quando ela toma a decisão de voltar em um dos lugares preferidos daquela pessoa que ela perdeu, precisando urgentemente deixar um pedacinho de tudo na montanha em que ela teve bons momentos com o seu Jem. Brynn só não esperava que nessa aventura que ela criou para si mesma, acabasse se ferindo e conhecendo alguém que a ajudaria a sair de toda a dor em que ela se viu envolvida, Brynn não esperava encontrar um novo amor. 
Cass tem um passado difícil. Com um pai psicopata, preso depois de cometer algumas atrocidades, ele acabou tendo que se isolar com a sua mãe na casa de seu avô no meio de uma montanha florestal. Uma criança lidando com o medo de se tornar um monstro igual o seu pai, Cass acabou crescendo isolado, cheio de medos e traumas. Ele acreditava que precisaria estar sozinho para sempre, assim não iria ferir ninguém, ele só não contava em salvar uma doce mulher de ser assassinada, cuidar dela e acabar se apaixonando por essa mulher. 
Duas pessoas machucadas se conhecendo. Clichê talvez? Um pouco, mas ao longo da história você vê que é mais do que somente o romance deles, é a forma como eles se conhecem, a história que constroem antes de se aventurarem no que sentem um pelo outro. Você se vê encantada pela forma doce e inocente que o Cass é. Da mesma forma que se vê admirada pela força que a Brynn exala, mesmo que ela demore para perceber isso em si mesma. Um sabendo respeitar o espaço do outro da forma deles, ambos se apaixonando por cada face que apresentam e ambos me conquistando com o jeito único deles, os tornando especiais e admiráveis. Pude sentir o amor que Brynn tinha pela pessoa que perdeu e o amor que ele também sentia por ela, e isso acabou tornando a história linda, de uma forma poética, principalmente quando Brynn se dá uma nova chance.
"Dizer adeus não significa esquecer. Seguir em frente não significa que você nunca o amou. Estou te dizendo para deixar isso para trás. Estou te dizendo que você pode ser feliz."
Quando a necessidade de descobrir a verdade se faz presente, a história verdadeira nos surpreende e nos comove. Essa foi uma das histórias mais lindas que já li. O altruísmo, o amor, a superação e o medo são sentimentos mais berrantes durante toda a história. Você consegue sentir os temores do Cass a cada ponto de vista dele, da mesma forma que consegue sentir o luto da Brynn em seus pontos de vista. 
Sinceramente, todos deveriam dar uma chance a esse livro. Ele vai te conquistar e até mesmo te tornar uma pessoa um pouco melhor, mesmo que seja o mínimo e inconsciente, é isso que esse livro nos faz. 
Além disso tudo, a capa do livro está maravilhosa. Com o “relevinho” que a editora colocou na capa, o que tornou muito legal ficar passando a mão, ainda temos uma diagramação incrível, junto com uma revisão impecável. O livro está magnífico, a história é extraordinária, tudo está totalmente apaixonante.


Leia Sem Amor

Talvez você goste

0 comentários