[RESENHA] O Lado Bom de ser Traída: Ela descobrir que poderia ser feliz de uma nova maneira... - Mosaico #01 - Sue Hecker

É possível encontrar algo bom no meio de uma traição? Para uns, traição pode significar o fim de alguns sonhos e para outros é possível e...

O Lado Bom de ser Traída: Ela descobrir que poderia ser feliz de uma nova maneira... - Mosaico #01 - Sue Hecker
É possível encontrar algo bom no meio de uma traição? Para uns, traição pode significar o fim de alguns sonhos e para outros é possível encontrar o lado bom e tudo o que esse lado bom pode trazer.
Apesar do livro contar sobre a vida pós traição, ele é muito mais do que isso. Está recheado de várias formas de amar, deixando o título apenas com uma parte dele.
Contamos com a narração de várias primeiras pessoas. Apesar de predominar o mocinho e a mocinha, os amigos e inimigos, coadjuvantes desse romance, aparecem para complementar essas várias visões do amor. Conhecemos intimamente a motivação de cada personagem, deixando a trama excitante e profunda.
Bárbara é a mulher traída da história, mas que usa essa tração para dar um novo rumo a sua vida. Dona de uma empresa de contabilidade e motociclista, ela é determinada, sem frescura e muito independente. Bárbara ganha pontos positivos por saber o que quer e não fazer tempestade em copo d’água, causando dramas e picuinhas.
Marco é um Juiz de direito desiludido do amor, mas ativo na pegação e diversão. Com um grande coração, ele consegue transformar sua personalidade dominadora em um homem carinhoso, persistente e muito amoroso.
A interação entre os dois é muito madura, dispensando as brigas e intrigas típicas de um casal adolescente.
Aos poucos, a história de Bárbara e Marco se transforma em algo mais intenso e reflexivo que apenas uma aventura. Temas polêmicos são abordados, forçando o leitor não só curtir a união dos dois, mas também refletir. O amor possessivo, incondicional, platônico e fraterno são algumas dessas abordagens que temperam o romance.
Há um vislumbre de outras histórias, outros personagens e outras tramas. Esse livro também se tornou a introdução de várias possíveis outros livros. É possível simpatizar com o vilão ou se irritar com a amiga da mocinha.
Em contrapartida, tratar de tantos assuntos e tantos personagens deixou o livro extenso e, às vezes, um pouco cansativo. Porém, cada capítulo encerra com um novo estímulo, fazendo com que o leitor queira continuar com a leitura.
Então, recomendo a leitura para aqueles que buscam novos assuntos, novas reflexões e não tenham medo de um grande livro, recheado de amor, aventuras e temas polêmicos.



Resenha original: Resenha de Livros Nacionais

Talvez você goste

0 comentários