[RESENHA] Nua - O Caso Blackstone #01 - Raine Miller

Nua - O Caso Blackstone #01 - Raine Miller
Um passado difícil de ser superado? Um amor impossível de esquecer?
Em Nua, conhecemos Brynne. Ela está morando em Londres, recomeçando a sua vida depois de ter tido uma carga pesada em sua vida. Posando para o seu amigo Ben, para pagar algumas contas, trabalhando como restauradora de artes e estudando sua pós-graduação em artes, ela está vivendo relativamente bem, mas tudo muda quando em uma exposição onde sua foto estava a mostra, ela conhece o Ethan.
Ethan é dono de uma empresa de segurança, meio fechado e controlador. Ele foi contratado para proteger a filha de um amigo e apesar da indecisão, ele decide conhece-la, só não esperava acabar sentindo algo a mais por ela. Um cara que aos poucos vai se mostrando romântico, mas dominante, vemos ao longo do livro o Ethan lutando muito para ultrapassar muitas barreiras que Brynne tinha colocado em si, da mesma forma que ela teve de enfrentar muitos de seus demônios para estar com ele.
Porém, os segredos ainda se fazem presente entre eles, mas tudo muda quando a verdade surge e a confiança é quebrada, causando uma enorme ferida e grandes estragos entre este casal, deixando assim um final que te faz implorar por mais, somente para saber quais serão as atitudes que ir ao tomar e se o amor será mais forte que a magoa. E claro, ansiando para saber se a vida do político, antigo problema da Brynne será um problema atual ou não.
Esse livro com certeza é somente para você conhecer os personagens e os problemas que os rondam, nos faz começar a criar algumas teorias, mas sem deixar realmente pistas para juntar o quebra-cabeça. Além disso, temos muito sexo, mas muito mesmo, uma mocinha forte, mas submissa e um mocinho dominador, com um passado sombrio e uma veia romântica. Acho que o que me irritou um pouco, foi o fato deles não realmente se conhecerem e sim resolverem tudo com o sexo. Sim, eles combinam nesse quesito, mas ainda há muito para conhecer em uma pessoa e isso não foi explorado verdadeiramente no livro, tanto que acabou os fazendo se separarem, por conta dos segredos que os cercam.
Contado pelo ponto de vista da Brynne, a capa combina totalmente com o livro. Além de ter sido feita uma referência da mesma durante o livro, eu simplesmente adorei essa combinação. Junto a isso, temos uma boa diagramação e revisão, não deixando a desejar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário