terça-feira, 13 de fevereiro de 2018

# Abbi Glines # AnaC

[RESENHA] A Primeira Chance - Rosemary Beach #07; Chance #01 - Abbi Glines

A Primeira Chance - Rosemary Beach #07; Chance #01 - Abbi Glines
Nesse sétimo livro da série Rosemary Beach, vamos fazer parte do romance entre Grant e Harlow (como já sabemos, temos subséries dentro da série Rosemary beach, a primeira chance faz parte da duologia #chance, não que essa duologia não possa ser lida separada, mas recomendo que a série seja lida na ordem e desde o início, pois muitos personagens são citados e a história pode fica meio sem sentido).
Para quem acompanha a série, o casal é um velho conhecido, a diferença é que nesta obra o livro é exclusivo deles e para eles. Assim como vimos como aconteceu com o casal de Paixão sem limites, dois personagens que estão quebrados encontram um no outro uma chance de mudar toda história e ter um final feliz, mas, como já estamos acostumados, nem todo caminho é fácil até a chegada da felicidade, e nosso casal protagonista enfrentará grandes desafios.
Na trama temos Harlow, uma jovem inteligente, que ama ler, doce e muito reservada, ela também é a filha do mundialmente conhecido astro do rock, Kiro, vocalista da famosa banda Slacker Damon. Porém, devido ao sucesso estrondoso do pai, ninguém enxerga quem ela realmente é, desde muito nova, ela aprendeu a ser invisível, ela perdeu a mãe quando ainda era uma bebê, e o pai era completamente ausente da sua vida, as únicas pessoas que se importavam com ela, era a sua vó, com quem morava e seu irmão Mase.
Quando a banda do seu pai sai em turnê internacional, ele a manda para Rosemary Beach para viver com a irmã Nan (sim, aquela que todo mundo odeia, rs.)
A partir daí a vida de Harlow, vira um verdadeiro inferno, pois Nan simplesmente a odeia, pelo fato dela ser a favorita de Kiro e atrair os olhos masculinos por onde passa, e como já sabemos, Nan, ama ser o centro das atenções.
Grant Carter, é aquele rapaz com um coração enorme, porém com uma enorme fama de cafajeste e de que não gosta de se apegar a relacionamentos amorosos, porém tudo muda, quando ele conhece Harlow, pela primeira vez na vida, ele se sente muito bem conversando, saindo e se divertindo com uma garota. E com Harlow, também não é muito diferente, ela se sente bem com o fato de ter encontrado alguém interessado nela, alguém que foi capaz de enxergar a mulher que ela é. 
A princípio, surge uma bela amizade que com o tempo vai se tornando um relacionamento divertido e bastante sensual.
Porém, no meio disso tudo Grant precisa se afastar do seu passado, que inclui seu longo caso com a insuportável da Nan, ele também precisa afastar o meu de se relacionar com alguém, de amar e de se sentir útil na vida de alguém, já Harlow, precisa aprender a confiar em Grant e aceitar que ele a ama e está realmente interessado nela.
Entre grandes confusões e mal-entendidos, segredos e paixões, Grant e Harlow, ganham uma chance de descobrir o amor verdadeiro e o quanto são perfeitos juntos.
Assim como nos livros anteriores, eu fiquei apaixonada pela trama, não é novidade para ninguém que sou uma grande fã da Abbi. Ela é capaz de nos fazer mergulhar de cabeça no cenário descrito no livro, somos capazes de nos envolver nos dramas dos personagens, como perdas, medo do futuro, mágoas, famílias devastadas por algum tipo de tragédia, segredos, enfim, impossível não se afetar com tudo.
A leitura fluiu de uma forma bem tranquila e rápida, como estamos acostumados, temos um mix de sentimentos que varia entre a emoção e a ansiedade pelo final feliz. O que eu gosto muito nos livros da Abbi, é o fato que ela não foca a unicamente nos protagonistas, mas em todos e em tudo que está ao redor e como tudo é afetado pelas escolhas.
Uma coisa que destaco como ponto negativo, foi o fato de que o Grant que vemos nos outros livros nos parece ser um rapaz cavalheiro, preocupado com a necessidades dos outros e muito atencioso, já o Grant que nos é apresentado em a Primeira chance é o oposto disso tudo, seus traumas e escolhas nos irritam profundamente, pois isso afeta completamente o seu relacionamento com Harlow e faz dela uma menina insegura, que não se acha bonita e nem um pouco desejável. 
Abbi tem talento incrível e sabe como prender o leitor em sua trama, como na parte em que um grande segredo familiar de Harlow é revelado, confesso que fiquei bastante chocada e nunca imaginaria algo assim, o segredo nos afeta de um jeito, que fui capaz de sentir a dor dela.
Confesso que esse não é um dos meus livros favoritos e que não fiquei tão emocionada como as demais pessoas ficaram, mas gostei bastante do livro e continuação também foi bem legal.
A editora Arqueiro, assim como nos livros anteriores, fez um ótimo trabalho nas capas, a diagramação está excelente, não encontrei erros gramaticais, enfim, tudo está muito bem feito.
Como já citei no início, recomendo que sigam a ordem que os livros foram lançados, para evitarmos spoilers a respeito dos outros pares românticos que vão surgindo ao longo da série.
Rosemary Beach é uma das minhas séries favoritas, assim como sua autora e se eu pudesse dar um conselho, seria que você não perca tempo e vá correndo ler!

A Primeira Chance - Rosemary Beach #07; Chance #01 - Abbi Glines

Leia A Primeira Chance
Amazon - Saraiva - Submarino - Shoptime - Americanas - Folha

Nenhum comentário:

Postar um comentário