sexta-feira, 22 de dezembro de 2017

# AnaC # Editora Intrínseca

[RESENHA] Como eu era antes de você - Jojo Moyes

Como eu era antes de você - Jojo Moyes
No livro conhecemos Louisa Clarck, uma garçonete de 26 anos, que mora com os pais e namora há sete anos e está acomodada na vida e em tudo: em seu emprego que não tem futuro, mas ela fica porque gosta de conversar com os clientes. Em seu relacionamento, que não faz seu coração bater mais forte, que não se identifica mais pela pessoa que se apaixonou. Em viver em um quarto apertado numa casa cheia, por que é cômodo. Porém tudo muda quando o local onde ela trabalha é fechado, e ela se vê obrigada a ter que procurar outro emprego. Depois de tanto procurar, ela percebe que não está qualificada para fazer nada e sua única habilidade se resume a: saber lidar com pessoas.

Tendo que ajudar financeiramente sua família, Lou, acaba aceitando, mesmo sem ter nenhuma experiência, o último emprego que o Centro de desempregados tem como opção: ser cuidadora de um tetraplégico por seis meses.
Ao chegar no seu novo local de trabalho, conhecemos Will. Antes do acidente, ele era um advogado respeitado e disputado em Londres, e nos tempos livre gostava de viajar e praticar esportes radicais com sua namorada. Após sofrer um acidente, acaba preso a uma cadeira de rodas, o que o torna uma pessoa amarga, infeliz e mal-humorada.
Os primeiros encontros entre Lou e Will não são nada amigáveis. Lou se esforça o máximo para ajudar, mas nada agrada Will e sempre diz que sua presença não é necessária ali. Com a ajuda de Nathan, o enfermeiro que cuida de Will, e graças a insistência da mãe de Will que Lou permanece no emprego e passa a conviver diariamente com ele e a respondê-lo da mesma maneira que ele: grossa e sarcástica. Aos poucos, eles começam a sua relação de amizade.
Lou e Will começam a fazer diversas atividades juntos como assistir filmes e passear no ponto turístico da cidade, e Will começa a ter confiança em Lou, e decide se abrir para ela e não se conforma como uma jovem tão inteligente se contenta em trabalhar em um Café. Um dos pontos que desequilibra o estado emocional de Will, quando ele finalmente está deixando de ser tão amargo, é a visita da ex-namorada de Will e de um dos seus melhores amigos. O que deixa Will tão abalado, além do fato dos dois o olharem nitidamente com pena, é a notícia que recebe: os dois estão noivos.
Will mantém a aparência que não está chateado com toda aquela situação, os parabeniza, mas conseguimos perceber o quanto aquilo mexeu com ele, o que acaba fazendo com que as coisas entre ele e Lou, fiquem estranhas novamente.
Isso faz com que Will reforce a ideia do suicídio assistido e quando Lou fica sabendo disso vai tentar fazê-lo mudar de ideia sem deixar que ele perceba que ela sabe de seu plano. É uma corrida contra o tempo, ela tem poucos meses para mostrar a Will que mesmo sendo difícil, mesmo com todas as limitações, vale a pena lutar pela vida. Lou elabora uma série de passeios diários e viagens que eles poderiam fazer e sua esperança aumenta a cada dia.
Como já sabemos (se você ainda não leu, não se preocupe não vou lançar aquele spoiler que odiamos, mas a essa altura, impossível não saber como termina o livro, rs.), temos um final que abala o nosso pobre coração e as nossas estruturas, mas mesmo assim, o livro é total e completo incrível!
Já vou começar dizendo o quanto me acabei de tanto chorar quando finalizei a leitura desse livro, é isso aí, não satisfeita, fui ao cinema para chorar novamente...
Jojo trouxe para nós uma trama com assuntos e dificuldades reais, como as questões de acessibilidade e preconceitos com tetraplégicos. Os motivos que desanimavam Will de sair de casa, era os locais não serem adaptados, e além das dificuldades de se locomover nos locais, ainda tinha os olhares que as pessoas lançavam para ele.
Além desses assuntos abordados, ainda temos o tema principal que ronda Will, Lou e toda sua família, o suicídio assistido, é um tema forte e que gera sérias discussões em toda a sociedade.
O livro em si é incrível, a história é emocionante, temas tiradas muito divertidas da nossa amada Lou, sentimos raiva, choramos (e muito) e nos apaixonamos, o final, confesso, não me agradou muito esperava que Lou com toda sua perseverança fizesse Will mudar de ideia.
A editora Intrínseca fez um ótimo trabalho com a capa, e com a estreia do filme, tivemos o relançamento com a capa do filme, o que ficou ainda mais bonito, não encontrei nenhum erro ortográfico, diagramação impecável!
Como eu era antes de você é uma história de amor e uma história de família, mas acima de tudo é uma história sobre a coragem e o esforço necessários para retomar a vida quando tudo parece acabado!

Como eu era antes de você - Jojo Moyes

Leia Como Eu Era Antes de Você
Saraiva - Amazon - Americanas - Submarino - Cultura - Travessa - Folha - Shoptime

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Follow Us @soratemplates