Follow Us @dayukie

quinta-feira, 28 de setembro de 2017

[ENTREVISTA] Conheça um pouquinho sobre a autora Cris Barbosa!

A Editora Pandorga me convidou para conversar um pouco com a Cris Barbosa, autora do livro Uma Incontrolável Atração e ela com certeza foi super amor. Antes de contar toda a entrevista para vocês, eu digo que se vocês tiverem a chance, conheçam ela. Eu a vi na Bienal e a fofura e simpatia da autora me encantaram eternamente. 
Então vamos conhecer a autora?


1 – Me conta um pouco qual foi o seu primeiro livro publicado e como foi o processo de criação. Como surgiu a ideia, se você inspirou a criação dos mocinhos em características de pessoas próximas a você e todo o seu processo criativo.

R: Meu primeiro livro publicado foi "Uma incontrolável atração", que publiquei através da Editora Pandorga. Demorei cerca de 6 meses para concluir a história. A ideia surgiu depois de muito procurar por algo diferente para escrever, aí um dia navegando pelo twitter, me deparei com noticias em tempo real da conturbada vida dos astros de Hollywood, as fofocas, os contratos midiáticos (PR), a obsessão dos fãs e foi daí que surgiu a ideia. Como sou brasileira resolvi trazer a história para cá, na paradisíaca Jericoacoara, e fiz com que o ator inglês se apaixonasse pela jovem simples, linda e brasileira. Meus personagens foram criados todos da minha imaginação, só as suas características físicas que eu inspirei em celebridades que gosto e acho bonitos. Primeiro criei a sinopse para ter um parâmetro a seguir e depois fui construindo a história capítulo por capítulo.


2 – Conte para gente como surgiu o desejo de escrever?

R: O meu desejo de escrever veio do meu amor a leitura. Sou uma leitora voraz, sempre amei ler e aos poucos foi surgindo o desejo de escrever minha própria história. Escrever foi um sonho que tive que adiar por um tempo devido a faculdade e os compromissos profissionais, além de escritora sou dentista. Mas com o tempo e a diminuição na carga horária de trabalho, finalmente consegui realizar meu sonho e pude começar a escrever.


3 – Quando você está escrevendo suas histórias, você pede conselhos a alguém ou prefere escrever suas histórias sem ajuda? Se tivesse que recomeçar sua carreira de escritora, mudaria alguma coisa? Como surgem as ideias para escrever seus livros?

R: Eu tenho uma amiga que é minha leitora Beta, a Daniela Ribeiro. Cada capítulo que escrevo envio para ela, que me dá o seu feedback sobre o que achou. Às vezes, mudo algo depois de conversarmos a respeito do capítulo. Ela me ajuda a enxergar melhor o ponto de vista do leitor e dessa forma escrever aquilo que eles gostariam de ler.

O que eu mudaria na minha carreira seria ter começado a escrever mais cedo. Estou totalmente apaixonada por essa minha nova profissão. Até brinco que hoje sou muito mais escritora do que cirurgiã dentista. (risos)

As ideias surgem da minha imaginação, de algum livro que li mas achei que faltou algo ou até mesmo de acontecimentos reais. para mim tudo é motivo para eu m inspirar.


4 – Lançar um livro por uma editora é o sonho de muitos autores, como está sendo esse processo para você? O de lançar um livro por uma editora?

R: Estou super feliz e realizada. A Editora Pandorga tem me dado toda a ajuda e respaldo necessários.
Fora a visibilidade que uma editora trás, como participação em eventos literários, distribuição do livro nas livrarias de todo o Brasil, entre outras coisas.

Para mim essa experiência está sendo ótima e está valendo muito a pena.

Sem dúvida é um grande sonho realizado!!


5 – Me conte um pouco sobre o livro Uma Incontrolável Atração. E o mais importante, é livro único?

R: Uma incontrolável atração é um romance hot (erótico), escrito em uma linguagem simples e objetiva, recheado de intrigas, situações inusitadas e inesperadas e com muito romance. Os capítulos picantes são escritos de forma bem discreta, para não cair na vulgaridade.

Ele é um livro que inicialmente foi criado para ser único, mas muitos leitores tem pedido por uma continuação ou até mesmo para que eu conte a história de personagens secundários. A partir disso, não descarto mais a possibilidade de escrever algo mais sobre essa história, mas isso aconteceria um pouco mais para frente.


6 – Quais são os seus planos para os próximos livros? Já começou a escrever um novo? Pode contar um pouco sobre o que você está escrevendo?

R: Já estou escrevendo um novo romance, ainda sem titulo definido.
O que posso contar é que vai ser uma linda história de amor, que se passará novamente no Brasil e que nada tem a ver com "Uma incontrolável atração". 


7 – Você teve sessões de autografo na bienal, como você se sentiu conhecendo os seus leitores? O que você diria a eles agora que toda a euforia daqueles dias incríveis ter passado?

R: Foi uma experiência incrível e indescritível. Acho que todo o autor tinha que passar por ela, ir a uma bienal, ter contato com os leitores. Tudo isso é muito especial e não tem preço.
Quero agradecer muitíssimo e de coração a todos o leitores que estiveram presentes lá, pelo carinho com que trataram a mim e ao meu livro e dizer que eu espero que vocês leiam e gostem do meu romance, porque ele foi escrito com muito amor e carinho para vocês. Se não fosse por vocês, esse sonho não estaria sendo possível.
Inclusive, gostaria de ressaltar que nos agradecimentos de "uma incontrolável atração", tem um trecho especial para os leitores.


8 – Agora vamos para um assunto polêmico: PDFs. Acho que muitas pessoas ainda não entenderam o quanto a distribuição de livros em PDF afeta o autor, então você, como autora, conta para gente como ter um livro em PDF é ruim e se tiver algum case sobre o quanto o PDF afetou você de alguma forma, conta para gente também.

R: Poxa, esse assunto além de polêmico, me deixa muito triste.
Descobrir que já existem PDFs do meu livro me entristeceu muito. Ver todo o meu trabalho sendo distribuído de graça, me deixou sem chão.
Uma vez, ao entrar em grupo do telegram para divulgar meu livro, uma leitora veio me agradecer por eu ter disponibilizado meu livro gratuitamente em PDF, fiquei sem saber o que dizer, aí falei para ela que não havia sido eu quem havia disponibilizado. Assim que respondi isso, fui removida do grupo e de alguns outros que também já estavam com o PDF dele. Fiquei muito triste, denunciei ao telegram, mas eles nada fizeram. Ao que me consta, apesar de ter sido removida e bloqueada desses grupos, eles continuam existindo.
Outra coisa que muito me afetou recentemente, foi descobrir que em alguns grupos pessoas falaram em meu nome que eu era a favor de PDFs e alguém fez o favor de fotografar essas conversas e enviarem para a Editora Pandorga.
Isso poderia ter me prejudicado muito com a minha editora, ainda bem que conversamos e esclarecemos tudo e o pior não aconteceu.


9 – O que você diria para quem distribui PDFs e ainda defendem que estão “fazendo um favor ao autor”?

R: Eu faria uma pergunta a eles: "Vocês gostariam de trabalhar de graça?".
Por que é isso que acontece com a gente quando distribuem PDFs de nossos livros, é como se estivéssemos trabalhando de graça. Todo o nosso trabalho e tempo destinado a confecção do nosso livro, é distribuído por aí, sem nenhum valor. É como se o nosso trabalho e talento não valessem nada.
É muito triste!!


10 – E que tal mandar um recado para os seus leitores e futuros leitores? ;) 

R: Eu gostaria de convidá-los para valorizar a literatura nacional. 
Para lerem mais os livros nacionais, porque temos muitos autores talentosos por aqui.
E também convidá-los a lerem e darem uma oportunidade ao meu romance, porque ele foi escrito com muito amor e carinho para vocês leitores. Eu espero que vocês gostem da história de Sam e Gaby e que mergulhem com eles em "Uma incontrolável atração".
Quero agradecer também todo o carinho daqueles que já são meus leitores e que me mandam mensagens fofas dizendo que leram ou estão lendo meu livro e estão gostando. Esse é o maior presente para um autor.
Um beijo no coração de cada um de vocês!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário