Follow Us @dayukie

terça-feira, 6 de junho de 2017

[RESENHA] Italiano Espanhol - Duologia Blame #01 - Mary Oliveira

Italiano Espanhol - Duologia Blame #01 - Mary Oliveira
Sinopse:
Ela é uma CEO norte americana determinada a conseguir um contrato com um grupo multinacional, vive para sua empresa, instituições de caridade e sua filha adotiva. Não há espaço para uma companhia masculina em sua vida - Não enquanto o passado a perturbar sempre que um homem se aproxima.
Ele é um CEO italiano (e espanhol!) encarregado de tomar o posto de seu pai para administrar o império da família, disposto a - nesta fase de sua vida - não decepcionar seu pai, descobre que o destino pode lhe pregar peças irresistíveis. Se envolver com alguém que só deveria estar em sua vida profissionalmente era um erro, e insistir com uma mulher que claramente não queria sua aproximação (ainda que obviamente se sentisse tão atraída quanto ele), era outro pior. 

Para ele, resistir não será fácil, se afastar menos ainda.

Para ela, se dar uma chance de tentar de novo parece impossível, aceitá-lo como essa chance ainda mais.

Quando a batalha é travada entre a mente, o corpo e o coração, o resultado pode ser devastador.
O Italiano Espanhol é um livro erótico, com uma mocinha traumatizada e um mocinho safado. A primeira coisa que eu posso ressaltar e vale a pena, é que não existe mocinha submissa e nem mocinho que acha que pode dominar tudo e a todos. 
Guilhermo é o herdeiro das empresas do seu pai. Um homem responsável, ganha mais responsabilidade ainda quando começa a comandar os negócios do seu pai depois que o seu pai decide se aposentar, no entanto, o lado galinha dele continua ativo e presente, até conhecer a americana intrépida, Evangeline. Uma mulher que demonstra ter um passado doloroso e que a transformou em uma mulher forte, decidida e que não abaixa a cabeça por nada, nem pelo desejo que sente por Guilhermo. Ambos são CEO das empresas que trabalham, nada de mocinha pobre e mocinho rico.
Negócios os aproximam e a atração é presente. Um acordo, sexo sem compromisso, mas sem que haja terceiros é a condição que a faz se render ao desejo. Porém, sentimentos crescem sem que eles queiram e a proteção que Guilhermo acaba criando por Evangeline, principalmente depois dos perigos que começam a cercar, faz com que o “mais” se torne algo constante nesta relação. 
No entanto, temos o mistério que cerca a Evangeline. Algo em seu passado está retornando com força total e colocando não só ela, mas a todos que a cercam em perigo. Com um final reticente, afirmo que demorei para pegar a leitura firmemente. O casal em si enrolou demais. Na aproximação principalmente e a Evangeline com o trauma dela que até agora não foi revelado, faz o leitor criar suposições e isso não é ruim, no entanto, não há pistas que ajude o que acabou tornando a história em si um pouco cansativa, além da Evangeline que apesar de ser uma mulher forte, sempre dava alguns passos para trás em qualquer progresso que ela fizesse, exceto nos negócios. Diversas vezes quis largar o livro por enrolar tanto até chegar em algo e quando esse algo chegou, os passos retrocederam novamente. Nem uma pista real do que está acontecendo foi dado o que não ajudou em nada na minha curiosidade.
Uma pergunta que rondou a cada página que li foi "até onde o Guilhermo está disposto a aguentar esses segredos da Evangeline?". Essa falta de confiança no homem que demonstra estar ao lado dela apesar de tudo é o que mais me irrita na relação e claro, o excesso de compreensão do Guilhermo. A vida dele também está em perigo e o passado da Evangeline o colocou nisso, mas o deixa no escuro e é algo que ele poderia se impor. Entendo os traumas dela, mas em meu pensamento existe o "se estou com alguém, preciso estar inteiramente com essa pessoa e não somente a metade". Guilhermo não precisava ser um ogro, mas colocar que a vida dele está em jogo, mostrar que precisa de mais informações do que pequenos fragmentos era importante para tornar a história mais atrativa, pois faria com que o leitor tivesse algo para começar a supor, o que foi dado no decorrer do livro não ajudou em nada, o foco em si esteve sempre no empurra e puxa do casal, algo que não era necessário. Poderia ter trabalhado os dois pontos. O casal em si e o passado da Evangeline. Creio que foram muitas páginas para decidir se quer tentar algo ou simplesmente desistir e poucas mostrando o que estava por trás das mortes. Não precisa jogar tudo no ventilador logo no começo, mas a Evangeline mostrar mais confiança no Guilhermo era algo essencial e isso é algo que sempre irei prezar. Estar com a pessoa porque ela é ótima na cama e você está sentindo o "mais", faz com que você compartilhe seus segredos, demonstre confiar. Guilhermo se mostrou alguém confiável, alguém que não vai virar as costas depois de tudo. Não consegui captar o motivo da Evangeline estar escondendo tanto as coisas. O desfecho de todo esse mistério só vou descobrir no segundo livro. Gosto do mistério policial, uma história que instiga a querer continuar a leitura com as perguntas sobre do que está ocorrendo, quem pode ser o criminoso e com certeza irei ler o próximo para descobrir o final para essa história.
Italiano Espanhol - Duologia Blame #01 - Mary Oliveira
A capa do livro é simplesmente linda. Simples, mas maravilhosa. Com uma diagramação e revisão impecável, principalmente por mostrar ambos os pontos de vista, eu apreciei por não ficar confusa em saber quem está pensando e falando naquele momento. Algo que aprecio, a organização dos pontos de vista.
A mocinha, apesar de ser uma mulher independente e decidida, além de forte devido aos traumas, ela conseguiu me irritar. No entanto, o mocinho, mostrou ser realmente um homem maduro e carinhoso, além de corajoso e forte. É um livro cheio de mistérios e te deixa muito curioso, algo que pode ser positivo e negativo, depende do quanto o leitor for ansioso. Esse é o tipo de livro que recomendo ler para tirar as próprias conclusões


Leia Italiano Espanhol

16 comentários:

  1. fico muito triste quando a autora enrola pois poderia simplificar e talvez ter ate mais leitores pois quando começa nisso ja desisto do livro, alias já tenho eles em ebook no kindle vou esperar a resenha do segundo pra ver ser compensa a leitura pq a sinopse deste livro nunca mim chamou a atenção .
    Adoro a opinião d vc's sobre os livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu entendo isso, porque foi um pouco difícil para mim, principalmente porque teve momentos que eu quis desistir, mas agora que li o segundo posso falar que você vai gostar! :P

      Excluir
  2. Esse é um livro super comentado no grupo que participo. As meninas estão adorando a leitura. Mistério e segredos podem gerar essa leitura cansativa, porque mostrar ou não o que está por trás do passado da mocinha deve ser o ápice da história. Mas, está anotadinho aqui para ler. Gosto de livros que geram várias discussões!

    ResponderExcluir
  3. Hahahahahahaha amei a resenha, a sinceridade!! Obrigada, Daí! ❤ Apenas uma dúvida, tu realmente leu apenas o livro um? Hahahahahahaha Porque o segredo da Evy, e a hesitação dela em contar ele pro Guilhermo, fica mais forte no segundo livro, sobretudo por uns acontecimentos. Por mais que ela tenha te irritado (a todas nós, não te preocupa hihi) espero que você a entenda quando descobrir o que ela esconde não só do Guilhermo, mas da própria família.

    Obrigada pela resenha ❤💜💜💜❤

    Beijos!!!! ❤❤❤

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Só o um, AINDA!
      O segredo tá bem óbvio e no final, principalmente, quando o Guilhermo começa a mostrar bem mais os sentimentos, a Evy teve a chance de contar, mas cadê? Terminei o livro mordendo o dedo todo de curiosidade. :(
      Mas já vou começar a ler o 2, porque a pessoa aqui não é de ferro e tá apanhando de curiosidade.

      Excluir
  4. Muitas das minhas amigas leram este livro, e sempre falam bem dela, mas uma coisa que você enfatizou é que não tem aquele negócio de mocinha submissa, pode ser que realmente a história seja boa, porque parei de ler livros mais hot por conta disso, porque tudo estava seguindo a mesma linha que 50 tons.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, eu to cansada de mocinha que abaixa a cabeça e fala sim para tudo! A mocinha aqui bate o pé e coloca o ponto de vista sempre.

      Excluir
  5. Daí, comecei a ler o livro, mas acabei parando. Acho que já estava pressentindo. Quero dar outra chance, é claro, mas quando eu estiver em outro clima, porque sei que isso influencia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, sim. Se estiver de ressaca, principalmente. Vai parar rapidinho. Mas dê outra chance, principalmente porque o segundo te deixa ansiosa pelo final!

      Excluir
  6. Italiano e espanhol? UAU! Preciso de um desse, como faz? haha
    Achei a premissa do livro interessante.
    E apesar de alguns pontos negativos, acho que seja uma boa leitura.
    Gosto de livros hots e espero poder conseguir ler em breve esse livro!
    Achei as capas lindas demais e espero que o segundo supere as suas expectativas, melhor que o primeiro.
    Beijos
    Caroline Garcia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já te conto como foi a experiência com o segundo, mas já digo que o que não gostei no primeiro, amei no segundo!

      Excluir
  7. Me diz que você não colocou fogo em um livro, lindas suas fotos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. HAHAHAHA nããão!
      Esse é um daqueles livros dos anos 1900 que não serve para mais nada de tão desatualizado. :P

      Excluir
  8. Não sei se o livro chamou tanta assim minha atenção e olha que a capa linda demais!! Mas acho que no momento não estou no clima para ler um livro do gênero!!
    Beijoss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Te entendo, mas quando você pegar, só foque que: no segundo tuudo melhora!

      Excluir