Follow Us @dayukie

quarta-feira, 2 de novembro de 2016

[RESENHA] Pensei que Fosse Verdade - Huntley Fitzpatrick

Pensei que Fosse Verdade - Huntley Fitzpatrick
Sinopse:
Um passado a ser esquecido. Um presente nada promissor. Um futuro a ser conquistado.
"O PARAÍSO À BEIRA-MAR." 
"O SEGREDO MAIS BEM GUARDADO DA NOVA INGLATERRA."
A ilha de Seashell, onde passei minha vida inteira, é tudo isso e muito mais. No entanto, a única coisa que eu quero é ir embora daqui.
Gwen Castle nunca quis tanto dizer adeus à sua ilha natal quanto agora: o verão em que o Maior Erro da Sua Vida, Cassidy Somers, aceita um emprego lá como faz-tudo. Ele é um garoto rico da cidade grande, e ela é filha de uma faxineira que trabalha para os veranistas da ilha. Gwen tem medo de que esse também venha a ser o seu destino, mas, justamente quando parece que ela nunca vai conseguir escapar do que aconteceu – ou da ilha –, o passado explode no presente, redefinindo os limites de sua vida. Emoções correm soltas e histórias secretas se desenrolam, enquanto Gwen passa um lindo e agitado verão lutando para conciliar o que pensou que fosse verdade – sobre o lugar onde vive, as pessoas que ama, e até ela mesma – com o que de fato é.
Da aclamada autora de Minha Vida Mora ao Lado, um romance sobre um amor "impossível", cheio de expectativas e arrependimentos, humor e... perguntas difíceis.
"A vida é mais do que aquilo que você tem medo..."

Gwen é uma jovem de dezessete anos, filha de pais separados, que mora com a mãe, o irmão autista, o avô e o seu primo Nick que é como um irmão. De origem humilde, moradora de uma pequena cidadezinha litorânea, é a típica adolescente cheia de conflitos, inseguranças e dúvidas, ao mesmo tempo em que se sente confiante, determinada e cheia de si. Assim como os demais jovens da ilha, precisa trabalhar no verão para ajudar financeiramente sua família. Porém, algo em seu passado a marcou, um erro que a constrange e irrita fazendo com que anseie ser capaz de ir embora da ilha a cada dia, mais e mais. Porém sair da ilha e tentar a vida longe de casa não é algo simples...
Muito além da sinopse, Pensei que Fosse Verdade, vai ensinar que apesar de todos os erros cometidos - afinal, para cometer erros não tem idade - temos que aprender algo a superar, passar por cima dos problemas e, principalmente, a nos perdoarmos. 
A trama não me surpreendeu muito, pois, a premissa dos livros da Editora Valentina é sempre bem parecida, uma garota, um garoto e um segredo, mas, ainda assim, o enredo é muito bem construído e contém doses certas de romance, humor e momentos tristes. O início do livro é um pouco lento, principalmente porquê a autora fica jogando alguns “pedaços” desse segredo e o leitor fica louco para querer descobrir logo do que se trata, por isso, temos a impressão de que algumas coisas demoram – até demais – para acontecer. 
Por outro lado o romance aconteceu um pouco rápido, víamos claramente a necessidade da protagonista de se entregar e viver aquele amor, porém nada que atrapalhe a leitura ou seja chato.
A ideia da autora foi boa porém pouco explorada, em algumas cenas o leitor já sabe exatamente o que vai acontecer sem nem mesmo ler, isso me incomodou um pouco, teve alguns vácuos na história e coisas abertas demais, mas tirando isso a ideia da história é ótima.
Pensei que Fosse Verdade - Huntley Fitzpatrick
A capa é simplesmente maravilhosa. Já tinha me apaixonado por ela antes mesmo de ler e quado abri o livro a segunda surpresa, a diagramação maravilhosa, aqueles detalhes nas páginas e até mesmo as letras em si me encantaram. A editora realmente caprichou nessa edição, sinceramente arrasaram em tudo neste livro.
Minha dica? Obtenham esse livro assim que possível, ele pode te ensinar muito,além de encantar pela beleza extraordinária.


Adquira Pensei que Fosse Verdade.
Amazon - Submarino - Americanas - Valentina - Saraiva - Cultura - Folha - Shoptime


Nenhum comentário:

Postar um comentário