[RESENHA] O ar que ele respira - Elementos #01 - Brittainy C. Cherry

09:00:00

 O ar que ele respira - Elementos #01 - Brittainy C. Cherry
O ar que ele respira foi simplesmente um livro de tirar o fôlego! Não imaginei que este livro seria tão interessante, cativante e intenso. Cada linha lida foi um suspiro a mais saído de mim.
Nunca imaginei que o Tristan iria me seduzir com o seu jeito rude e frio, entretanto não me surpreendi ao saber que a Lizz seria a mulher doce e mesmo quebrada, surpreendente. Além disso, a pequena Emma me conquistou com o seu jeito doce e carismático. Sinceramente, cada personagem deste livro conseguiu me ganhar de uma forma única e marcante.
A história tem todo o enredo trágico e você observa isso com as passagens de tempo que a autora soube trabalhar muito bem, mostrando o ponto de vista do casal, intercalando-os no momento certo. Ambos perderam quem amavam em um acidente e simplesmente quebraram, um mais que o outro. Acho que foi esse lado triste que tornou a história totalmente intensa. Você querer descobrir que iriam derrubar as barreiras e superar as dores que pareciam ser insuperáveis. Acrescento que mesmo tendo diversos fatos clichês, a autora soube prender o leitor com as características únicas dos personagens. Imaginar os olhos frios, mas ao mesmo tempo calorosos do Tristan, o sorriso doloroso da Lizz e todo o jeito meigo da Emma foram os pontos altos do livro. Claro que acrescentando amigos malucos, família problemática e machucada, junto com psicopatas, faz o livro ser irresistível do início ao fim. 
 O ar que ele respira - Elementos #01 - Brittainy C. Cherry
Tristan perdeu pessoas que amavam e a Lizz também, ambos em um acidente de carro e os dois precisam aprender a lidar com estas perdas, mas não sabem como fazer isso. Mesmo não querendo, um começa a ajudar o outro, seja com a companhia ou com a atração que acabam sentindo um pelo outro. Lidar com o luto, provavelmente foi o mais difícil para superarem e quando as coisas parecem começar a dar certo, verdades são reveladas e as dores ficam expostas, além da sensação do abandono e do medo. A autora soube trabalhar algo clichê, com fatores que tornaram o livro único e foi isso que fez com que este livro tornasse o meu favorito. O você saber o que vai acontecer, mas mesmo assim querer descobrir que a autora vai abordar.
Outro fator que me fez amar este livro, foi a capa. Fugiu do padrão original, entretanto ficou simplesmente encantadora demais. Uma tipografia que combinou com o livro e os detalhes na capa que quando você lê o conteúdo, entende de onde surgiu aquele detalhe. Foi tão bem pensado, que tornou tudo ainda mais especial. Acrescentando a diagramação e revisão, eu sempre terei um enorme amor pelos cuidados que a editora Record tem com os livros que eles lançam.
Este é mais um livro que entrou nos meus favoritos deste ano. Nada me tira o desejo de ter um Tristan na minha vida. E a autora ainda soube como terminar o livro da melhor forma possível. Diversas lições são tiradas de cada página lida. Entrei achando que iria chorar horrores, sai com o sentimento de que mesmo as coisas não sendo sempre maravilhosas, a vida traz algo para dar cor a vida. Se eu pudesse agradecer a autora por este livro incrível, com certeza estaria abraçando-a neste momento, pois esse livro simplesmente me encantou e me seduziu na medida certa para ter se tornado inesquecível.


Adquira O Ar Que Ele Respira.

TALVEZ VOCÊ GOSTE

0 comentários

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *