A Fúria e a Aurora - A Fúria e a Aurora #01 - Renée Ahdieh
Sinopse:
Personagem central da história, a jovem Sherazade se candidata ao posto de noiva de Khalid Ibn Al-Rashid, o rei de Khorasan, de 18 anos de idade, considerado um monstro pelos moradores da cidade por ele governada. Casando-se todos os dias com uma mulher diferente, o califa degola as eleitas a cada amanhecer. Depois de uma fila de garotas assassinadas no castelo, e inúmeras famílias desoladas, Sherazade perde uma de suas melhores amigas, Shiva, uma das vítimas fatais de Khalid. Em nome da forte amizade entre ambas, Sherazade planeja uma vingança para colocar fim às atrocidades do atual reinado.
Noite após noite, Sherazade seduz o rei, tecendo histórias que encantam e que garantem sua sobrevivência, embora saiba que cada aurora pode ser a sua última. De maneira inesperada, no entanto, passa a enxergar outras situações e realidades nas quais vive um rei com um coração atormentado. Apaixonada, a heroína da história entra em conflito ao encarar seu próprio arrebatamento como uma traição imperdoável à amiga. 

Apesar de não ter perdido a coragem de fazer justiça, de tirar a vida de Khalid em honra às mulheres mortas, Sherazade empreende a missão de desvendar os segredos escondidos nos imensos corredores do palácio de mármore e pedra e em cenários mágicos em meio ao deserto.

Baseado no romance "As mil e uma noites", A Fúria e a Autora é um livro que soube me cativar de uma forma única. Diferente de tudo o que já li, é um livro que se passa em um país relativamente novo no meu mapa particular (aquele que já visitei através dos livros). Este livro é um ótimo aprendizado, tanto cultural, como geográfico, além de ser um romance cercado de mistério, sem a necessidade de erotismo. Este livro também nos apresenta histórias instigantes, contadas pela Sherazade, algo que tornou tudo ainda mais fascinante e uma dose gostosa de magia, para transformar a história ainda melhor e mais fascinante. Posso afirmar que este livro entrou para a minha lista de livros favoritos. Para quem começou a leitura sem pretensão nenhuma, este livro foi com certeza, surpreendente e encantador.
E mesmo que seja um romance baseado em um outro livro, é perceptível que apesar de existirem elementos que remetam a história original, a autora Renée soube introduzir o seu mundo ao livro, dando uma mesclagem significativa a história, consequentemente transformando em um livro gostoso de se ler.
A história inicia quando Sherazade querendo vingar a morte de sua melhor amiga, decide seduzir e se casar com o famoso monstro do Reino, o rei Khalid e para fugir do destino de a cada amanhecer a esposa do rei morrer, decide contar uma história para ele, instigando a curiosidade de Khalid quanto ao final e lutando para manter-se viva até conseguir cumprir seu objetivo. Entretanto, quanto mais ela o conhece, mais ela vai descobrindo que Khalid não é o monstro que ela imaginou que fosse e outras suspeitas vão se abrindo. Achei simplesmente encantador a forma como Khalid e Sherazade vão amadurecendo e descobrindo seus verdadeiros sentimentos ao longo das páginas, pois é evidente a luta interna para não se renderem ao que estão sentindo um pelo outro, tanto por desejar a vingança, quanto pelo medo de ferir aquele que não merece ser machucado e não confiarem plenamente um no outro. Creio que o ponto chave desse livro, são quando os mistérios começam a ser desvendados, claro que podemos contar com o passado voltando na vida do casal e a necessidade de começarem a lutar por aquilo que realmente desejam, ganhando força e começando a cobrar seu preço. Acho que a autora soube instigar o leitor a ler até o final, quando decidiu que os mistérios só começariam a ser desvendados no final do livro. 

E bem, o final deste livro me deixou desesperada pelo próximo, junto com os spin-offs, primeiramente para ter um melhor esclarecimento quanto a mente de Khalid e o que realmente houve com ele e saber qual desfecho a luta deles vai resultar e se esse casal conseguirá mesmo terminar junto, pois os obstáculos estão imensos e com aquele ar de improbabilidade. Como se o destino os forçassem a seguir caminhos separados, mas eles almejando lutar contra isto também.

A dose de mistério que cerca este livro soube instigar a curiosidade para entender o que realmente se passada naquele castelo de mármore. Querer descobrir o porquê desta maldição ter caído em Khalid e o porquê de tudo isso estar acontecendo na vida deste jovem rei. Por muitos momentos quis abraçá-lo e falar que tudo ficaria bem, como também quis bater nele, para colocar algum senso naquela cabeça. Da mesma forma que fiquei irritada com Sherazade por demorar tanto para aceitar o que sentia e pelo o que realmente valia a pena lutar. Além dos momentos de ação, que foram surpreendentemente bem descritos, me ajudando a estar naquele momento com eles, assistindo tudo.

Confesso que tenho uma enorme dificuldade em ler um livro contado em terceira pessoa, entretanto, este soube me prender. Não tornando maçante e nem me fazendo ter a necessidade de reler para entender o que realmente se passou naquele momento, sendo assim, um dos poucos livros que me cativou pela forma escrita, ainda mais trabalhando com um ponto de vista que muitos não apreciam. A autora soube trabalhar bem isto. Apesar de algumas palavras serem novas para mim, senti a falta de uma nota de rodapé para me auxiliar em determinados momentos só que a autora também soube introduzir os significados ao longo do texto e posso dizer que gostei de conhecer este lado do mundo, onde é pouco explorado no mundo literário.
A Fúria e a Aurora - A Fúria e a Aurora #01 - Renée Ahdieh
Quando vi a capa do livro, temi um pouco o conteúdo, talvez por existir em mim um certo preconceito, algo que adorei ter ultrapassado. O livro em si, abriu um pouco mais a minha mente e sinceramente, aprecio isso de verdade. A tipografia e as cores combinaram bem um com outro, além das ilustrações serem delicadas e remeterem ao país retratado no livro. A diagramação e revisão não deixaram a desejar. Algo que apreciei bastante. Não houve dificuldade na leitura e nem erros abomináveis, apesar de haver palavras novas para o meu vocabulário, além de nomes, comidas e objetos novos, mas mesmo assim ainda foi possível compreender e imaginar o que era retratado.
Se este é um livro que indico? Posso com certeza dizer que sim. Ele me surpreendeu, cativou, além de ter uma leitura gostosa, repleta de tudo o que mais aprecio: mistério e romance. Além de apresentar temas importantes como a superação das dores, aprender a conhecer as pessoas antes de julgá-las e principalmente, saber escolher quais batalhas você deve lutar para encontrar sua felicidade, lealdade, fidelidade e amor, muito amor.
Já estou no aguardo do próximo livro, além dos spin-offs. Espero mesmo que a Editora Globo Alt não demore a lançar, pois ansiedade me define para descobrir o que o destino reservou para este casal lindo.


Adquira A Fúria e a Aurora.

2 Comentários

  1. Eu ameeeeeeeei de paixão esse livro ❤ e agora estou morrendo de ansiedade.
    QUERO O SEGUNDO AGORAAAAAA

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. To implorando para a Globo Alt lançar o segundo logo! :(

      Excluir