Dezesseis, a estrada da morte - Simone Pesci
Sinopse:
João Roberto, conhecido por todos como Johnny — O Rei dos Pegas — acabara de completar “Dezesseis”. Estereotipado como “rebelde sem causa”, levava uma vida desregrada, ao lado dos amigos, mostrando-se o cara legal e o maioral. Desejado por muitas garotas, sempre vencia os rachas que participava. Porém, ele não contava com um sobressalto do destino... Assim, apaixonou-se por Ana Cláudia, uma linda e doce garota que se tornaria sua salvação, bem como sua perdição. Dentre tantos conflitos e percalços para ficar ao lado de seu grande amor, Johnny entra de cabeça em uma disputa com destino à estrada da morte.
Inspirado na canção “Dezesseis” — da banda brasileira Legião Urbana — este é um enredo de amor recheado com muitas aventuras.
Apaixone-se, retorne no tempo, relembre seus “Dezesseis”... e seja, você também, um “rebelde sem causa”...
Baseado na música Dezesseis, da banda Legião Urbana, este livro dá um contexto melhor a música. Para quem não conhece a música ou nunca se interessou em ouvir, esse livro te deixará curiosa para conhecer.
Johnny era o garoto problemático. Bebia, fumava maconha, transava e ainda corria. Assim era sua definição de vida.
Já a Ana era a garota certinha. Filha do xerife, um homem extremamente controlador e que não demonstra amor ou carinho pela filha, ela é uma garota doce e decidida. Tem o Sam no seu pé, o filhinho de papai da escola, por ser filho do prefeito, acha que pode tudo. Eu quis muito bater no Sam, do começo ao fim. Um garoto desprovido de cérebro, não é possível. Enfim, Johnny conseguiu se aproximar da Ana e ela se encantou sim, por ele. Quem não se encantaria? O garoto era um romântico incorrigível, até eu suspirei por ele. Entretanto, vale ressaltar, ele só era assim com a Ana. Esperou por ela, pela garota que "tirasse seu fôlego".
A batalha que eles enfrentam para ficar juntos, é intensa e longa. Principalmente pelo temperamento do Johnny. Por muitas vezes odiei as atitudes dele, não pensar, só agir, quem sofreu com isso foi a Ana.
Com tanto segredos que cercam as famílias deste casal e da pedra que o Sammy representa na vida deles, o passado conturbado dos pais desses meninos mostra que esta história estava fadada ao desastre e foi o que aconteceu. Quando as verdades surgem, por meio de intrigas e uma pessoa com a cabeça vazia, a tragédia se instala e sim, o final é triste.
Eu chorei e suspirei com este livro, ele foi tragicamente intenso. O principal ponto de vista é do Johnny, mas alternando as vezes entre Ana e Sam, no decorrer do livro, as peças desse imenso quebra-cabeça que é a vida deste casal e o passado de seus pais, vão se encaixando e a vida deles é preenchida de mentiras, dores e lágrimas. Mesmo que em meio a isso, a felicidade bate na porta, mas com tantas coisas ao redor, do mesmo jeito que ela veio, se foi. Inesperadamente.
Este livro também mexe um pouco com o quesito espiritual. Você pode não acreditar que existe vida pós a morte, mas que ele te instiga a pensar na possibilidade, sim, ele instiga.
A capa é linda, sinceramente. Eu achei que a mistura do Johnny e da estrada, apesar de forçada, é linda. Você bate o olho e já imagina. Um bad boy, que gosta de estrada, provavelmente corrida. Então sim, a capa super casou bem com o tema. As músicas são lindas, uma ótima playlist.
Eu recomendo o livro sim, é lindo, do início ao fim. Mostrando bem que cada ação tem uma reação, que existem recomeços e que o amor vai além do que você imagina. E se você gosta de Legião Urbana, com certeza a música ganhará um novo contexto para você!
Onde comprar!

4 Comentários

  1. Que lindeza, Daisy! S2 Agradeço por dedicar parte do seu tempo com a leitura e resenhar Dezesseis. Fico feliz que você curtiu! \o/\o/\o/ Ele foi escrito de coração e para tocar corações, e mesmo que todos já saibam o final, pois foi inspirado na canção, o verdadeiro "x da questão" é porquê e por quem (?) o coração do Johnny foi partido. Eu AMEI a resenha e a foto (P.S: Vou salvá-la agora!) rs

    Beijossssss max pra vc e para todos que passam por aqui,

    Simone Pesci

    http://simonepesci.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada mesmo pelo carinho e pela oportunidade de conhecer o livro! <3

      Excluir
  2. Eu comprei esse livro porque sou fã de Legião Urbana. Quando vi que era baseado em uma música da banda, fiquei com a curiosidade aguçada. E não me decepcionou. A trama é bem feita e muito bem amarrada, com pitadas de suspense como eu gosto. A música em si é um grande spoiler mas a escritora nos surpreende com um final criativo, digno da imaginação de um grande escritor. Depois acabei conhecendo a Simone Pesci na net e me tornei seu fã, espero poder ler outros livros dela. Bela resenha, Daisy.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu achei super criativo o final! A Simone surpreendeu! HAHAHA
      Obrigada mesmo. <3

      Excluir