Sinopse:
Remington Tate tem a reputação de ser um bad boy, dentro e fora. É conhecido também pelo corpo escultural e pelo poder, sexy e selvagem, que emana de cada gota de suor, levando toda e qualquer mulher que o veja a um verdadeiro frenesi. Em seus olhos, brilha um desejo brutal, devastador e real. Brooke, uma especialista em fisioterapia esportiva, é contratada para manter aquele corpo funcionando como uma máquina mortal. Esse parecia ser seu emprego dos sonhos, mas, ao circular pelo perigoso circuito de lutas clandestinas com Tate e sua equipe, Brooke passa a ser dominada por um novo sentimento, um fogo e uma necessidade com os quais ela não sabe lidar.
O que começa com um simples flerte pode virar uma obsessão sexual incontrolável. Terríveis segredos serão revelados, e Brooke deverá lutar para manter-se sã, discernindo o que há de real e o que é pura ilusão em seus próprios sentimentos.
Já faz tanto tempo que li Real, mas a sensação que tenho foi que li o meu Tate ontem, afinal, conhecer o meu Tate me deixou de queixo caído e suspirando de amor. Primeiro que ele é tudo o que eu sempre quis e não quis. Mesmo que ele seja bipolar, vale lembrar que isso é uma doença séria e que poderia ter sido melhor trabalhada, inclui que ele tenha sido rejeitado pelos pais, o Tate foi forte e lutou contra todos os seus demônios, além de chegar onde chegou, mesmo com a doença dele. E ainda conseguiu amigos incríveis, que se preocupam com ele! Não posso esquecer que ele, como todo o ser humano, tinha seus defeitos, como ter medo do que alguns pensarão sobre os demônios dele, o temperamento meio explosivo e querer resolver tudo sozinho. Porém ainda sim, sai apaixonada por ele.
O primeiro livro mostra como ele conheceu a Brooke, uma ginasta que deixou sua carreira cedo, após uma lesão e tornou-se fisioterapeuta. Após uma luta que ela foi assistir, acabou conhecendo o Remington na luta, o que acabou deixando a Brooke fascinada pelo Tate e ele acabou ficando encantado por ela.
Remy fica fascinado pela Brooke e faz de tudo para tê-la por perto, até a contrata para viajar com ele, a trabalho. Mas antes de estarem realmente juntos, Remy tem os seus problemas e teme contar a Brooke, além de não conseguir se expressar de verdade, somente através de músicas, um ponto que acabou me fascinando muito e fiquei encantada com a playlist do livro.
Quando Brooke começa a conhecer verdadeiramente Remy, ela acaba se apaixonando ainda mais por ele, porém agora existe outro problema na vida desse casal. Existe um inimigo querendo o cinturão das lutas clandestinas, ou seja, este inimigo quer o lugar do Remy e para isso, ele jogará sujo.
Escolhas erradas e grandes consequências são presenciadas e o amor que um sente pelo outro é jogado a prova. Um final que deixa aberto para o próximo livro e posso afirmar que Real me cativou do início ao fim. Sou completamente apaixonada pelo Remy e sempre serei.
Não posso esquecer de ressaltar que a capa deste livro simplesmente me deixou deslumbrada. Além da tipografia estar combinando com o livro, as cores são atrativas e combinam com todo o livro.
A diagramação e revisão também não deixaram a desejar. É um livro lindo e bem feito.
Se você gosta de um livro com lutador, com amor e problemas, com certeza você deve ler e desfrutar do meu Remington Tate. Ele é simplesmente fascinante.


Adquira Real.

Deixe um comentário