Livro: Você para sempre - Trilogia Forever - Sandi Lynn
Quem leu o primeiro livro do Connor e saiu suspirando por ele?
Se não leu, confere a resenha aqui e vá ler o primeiro livro, porque é simplesmente lindo!
Porém agora, venho falar do segundo livro, com o ponto de vista do Connor (estou muito apaixonada por esse livro). Sim! O livro inteiro é contado pelo Connor. Sabe, podem me julgar, mas talvez por eu ser mulher, sempre vou preferir desvendar a cabeça masculina e quando fazem um livro com os dois pontos de vistas ou o ponto de vista, eu vou correndo comprar, porque eu sempre irei achar muito melhor. HAHAHA
Leia a sinopse e depois saiba o que eu achei do livro.
Trecho: Você para sempre - Trilogia Forever - Sandi Lynn
Sinopse: 
A vida de Connor Black é a sua empresa e seu uso de múltiplos mulheres e nunca Forever Youseria o amor, relacionamentos ou uma vida de conto de fadas. Emocionalmente morto e danificado, resultado de uma tragédia pessoal, Connor jurou nunca mais amar ou se apaixonar por uma mulher, até que Ellery Lane, entrou na sua vida por acaso e o mudou para sempre. Ele começa a experimentar sentimentos e emoções que nunca sentiu antes. Você leu a jornada com Connor e Ellery e como seu amor, coragem e força foi posta à prova. Você assistiu seus mundos se unirem através dos olhos de Elley em Forever Black. Agora é hora de fazer a viagem através dos olhos de Connor.
--
Livro: Você para sempre - Trilogia Forever - Sandi Lynn
Eu sempre disse o quanto sou apaixonada pelo ponto de vista masculino e é claro que eu não poderia deixar de amar o ponto de vista do Connor Black.
Como vimos no primeiro livro, ele teve um passado difícil e ainda tem a maluca da Ashlyn atormentando a vida do Connor, pedindo por sexo e dinheiro, além de agora querer um relacionamento sério.
Ter que enfrentar isso, lidar com a culpa que carrega quanto a morte da Amanda, a vaca da Ashlyn brincando com o psicológico dele e agora o sentimento que até então era desconhecido para ele em relação a Ellery, o torna uma pessoa linda. Calma, deixe-me explicar: uma pessoa que enfrentou muitas coisas ruins e ainda tem que lidar com a chantagem emocional quase que diariamente não leva uma vida fácil. Nesse livro vemos mais sobre o que Connor passou antes de Ellery e como era difícil, e até faz sentido as regras tolas dele, afinal, a intenção dele era apenas proteger-se.
Entender como a notícia da doença de Ellery impactou Connor, quanta dor ele sentiu após a notícia, me fez ver que apesar de ele ter sido idiota no momento em que soube, foi a forma que encontrou de lidar com a dor que ele sentiu. E é claro que depois Connor se redimiu de uma forma linda, o apoio e cuidado dele com a Ellery me comoveu muito, também me fez entender determinadas atitudes de Ellery, que até então eu achava loucamente infantil. Sim, Connor me mostrou que apesar da Ellery ter sido muito criança em 90% das atitudes, foi a forma dela lidar com as dores e medos. Afinal, todos protegem-se da forma que pode e ela fez isso de maneira erradamente mimada. HAHA
Porém fiquei com raiva, muita raiva (ok, eu estava desde o primeiro livro) quanto a questão dele não poder ter filhos. É claro que ele não queria um relacionamento, nunca. Mas mesmo assim, fiquei com raiva pela forma que ele lidou com este assunto no momento em que a Ellery o confrontou. Ela também não ajudou, como não fez em nenhum momento do livro, mas sei lá, né. Dessa vez eu não tirei a razão dela de ficar brava e sim, fiquei muito brava por ele ter deixado ela ir naquele momento. Deus me livre viver um relacionamento onde eu mais fujo do que enfrento, como a Ellery faz e ter que aguentar as merdas malucas que surgem na vida do Connor.
Enfim, eu adorei o ponto de vista do Connor e o acréscimo de partes que farão sentido para o terceiro livro, por exemplo, a Ashlyn maluca ser culpada dos problemas que surgiram na empresa de Chicago e ela ser realmente uma louca manipuladora, como também o que o Connor pensou até o momento em que ele levou a Ellery para conhecer a casa do futuro que ela pintava e tudo mais.
Esse é um livro tipo bebê para mim. Ter o ponto de vista do meu amorzinho e também entender melhor o que ambos sentiam tornou um livro importante, sabe? Eu sinceramente não achei um livro desnecessário como muitos que fazem isso, aqueles que não acrescentam em nada para a continuação, porque foi aqui que achei algumas respostas para entender os sentimentos de ambos e como eles irão lidar com os problemas que aparecerão futuramente.
E claro, foi com esse livro que entendi melhor o desfecho da "cura" do câncer da Ellery, o que o primeiro deixou vago, o segundo continuou e eu gostei muito disso.
Se eu recomendo esse livro? Sinceramente, sim. Se você leu o primeiro, pode ter achado um amorzinho, mas com muitas coisas vagas, o que a autora preencheu com este, então sim. Recomendo para entendimento do primeiro e ansiedade do terceiro. E principalmente, preciso dizer: Apaixonada, loucamente apaixonada pelo fato do Connor ser um CEO e a autora não ficar esfregando na cara de todo mundo o quanto ele é rico e tudo mais, é aquela coisa "ele é rico, mas ainda é humano. Não um Deus". HAHAHA
Ou seja, amem mais o meu Connor Black.
Livro: Você para sempre - Trilogia Forever - Sandi Lynn
Quanto a capa do livro, a editora decidiu manter a identidade do primeiro livro, o que torna algo melhor, afinal, para quem não gostou do primeiro, consegue "adaptar-se" e começar a "gostar" por causa do segundo. Achei isso super inteligente da parte da editora e é claro, não posso deixar de dizer que a diagramação do livro está maravilhosa. Mesmo que eu tenha achado um ou dois errinhos de revisão, mas nada escandaloso!
Então sim! Vão ler, sério. Porque vocês irão sair suspirando loucamente pelo Connor.


Nota: cinco estrelas

Adquira já! (Sim, selecionei onde eu sempre compro!)

Deixe um comentário