Princesa Adormecida - Paula Pimenta
Sinopse:
Era uma vez uma princesa... Você já deve ter ouvido essa introdução algumas vezes, nas histórias que amava quando criança. Mas essa princesa sou eu. Quer dizer, é assim que eu fiquei conhecida. Só que minha vida não é nada romântica como são os contos de fada. Muito pelo contrário.

Reinos distantes? Linhagem real? Sequestro? Uma bruxa vingativa? Para mim isso tudo só existia nos livros. Meu cotidiano era normal. Tá, quase normal. Vivia com meus (super protetores) tios, era boa aluna, tinha grandes amigas. Até que de uma hora pra outra, tudo mudou.

Imagina acordar um dia e descobrir que o mundo que você achava que era real, nada mais é do que um sonho. E se todas as pessoas que você conheceu na vida simplesmente fossem uma invenção e, ao despertar, percebesse que não sabe onde mora, que nunca viu quem está do seu lado, e, especialmente, que não tem a menor ideia de onde foi parar o amor da sua vida.

Se alguma vez passar por isso, saiba que você não é a única.

Eu não conheço a sua história, mas a minha é mais ou menos assim...
Esse livro é uma releitura do conto de fadas "A Bela Adormecida", porém mais moderna, mais fofa e menos dramática. Afinal, ficar dormindo uma vida inteira é muito chato, certo? Dar um pouco de "cor" na vida da nossa Bela Adormecida, foi o que a Paula Pimenta fez, o que eu achei maravilhoso.
A história da nossa Áurea começa com ela morando na Europa, com seus pais e avós, e ela contando o que desencadeou o desafeto entre seus pais e a bruxa malvada, que consequentemente resultou na tentativa de sequestro da nossa princesa. Acredito que a Paula Pimenta deu a esta história muito mais coerência quando expôs o que houve para a bruxa ter tanto ódio pela família real. Amor não correspondido e essas coisas tornam uma mulher amargurada, porém não maluca, mas vai que ela sempre tenha sido maluca.
Enfim, após a tentativa de sequestro e ela ser praticamente salva por Filipe, ela torna-se "prisioneira" dentro de sua própria casa, afinal a bruxa não gostou de como as coisas ocorreram e começou a ameaçar a vida da Áurea. Com isso, após muito pensarem, os pais decidem mandá-la para o Brasil e morar com seus tios.
Mesmo sendo mandada para o Brasil para esconder-se da bruxa, ela acaba sendo criada dentro de uma redoma de vidro, os tios protetores a criam dentro de casa até ela completar 11 anos e ser mandada para um colégio interno somente de meninas e isto somente ocorreu, pois ela precisava de contato com o mundo exterior.
E é a partir disso que a história realmente começa. Crendo que seus pais morreram a muito tempo, Áurea estava cansada de viver sempre protegida e acreditando que toda a história que ouviu até então era apenas uma forma dos seus tios amenizarem a perda de seus pais. Levando uma vida sempre "certinha demais", mas com segredos, ela decide no seu aniversário de 16 anos, ir em uma festa com as amigas, o que termina com ela conhecendo a DJ Cinderela e as coisas mudam na vida dela.
No dia seguinte a festa, ela começa a receber mensagens do Phil, um cara que ela nunca viu, mas começam a conversar frequentemente por mensagens e depois ligações. Eu achei o Phil um amor do começo ao fim e eu preciso mesmo de um assim na minha vida.
Por ela ter crescido em volta de uma grande bolha impermeável e com os conselhos dos seus tios de nunca contar sobre a história que ela crê ser fictícia, Áurea sente-se insegura em conhecer Phil pessoalmente.
Adorei conhecer estes personagens. A autora soube prender a atenção com as mensagens, a forma como se comportavam e principalmente por dar uma dose a mais de fofura, romance e coerência ao clássico A Bela Adormecida.
Com medos, desconfianças, um pouco de drama e uma grande reviravolta, o final deste livro é simplesmente espetacular.
Essa é uma história linda, nada de cenas quentes e nem nada disso. A autora não precisou disso para me conquistar. Uma escrita leve, contada pelo ponto de vista da Áurea, foi um livro que li rapidamente e adorei cada página.
Princesa Adormecida - Paula Pimenta
Eu achei a capa bem temática, apesar das cores meio.... Mortas, mas a ilustração em si combina perfeitamente com a história, ressaltando que o celular na capa foi uma grande jogada e a parte de trás me atiçou muito para querer comprar o livro, admito! Junto com a tipografia da capa, entretanto a tipografia da diagramação do livro deixou a desejar, principalmente das cartas e bilhetinhos, foram meio ruins para ler, ainda mais em um livro, de resto, eu simplesmente adorei.
Se você quer um livro leve e gostoso, recomendo este livro. Leiam, vocês vão adorar, assim como eu adorei! E caso se interessem em saber um pouco sobre como essa história nasceu, assistam o vídeo da autora! Está bem explicado e rápido de assistir.





Compre Princesa Adormecida

Deixe um comentário