06:30:00

[RESENHA] A Casa dos Pesadelos: Alguns traumas são difíceis de superar. Outros, seria melhor esquecer - Marcos DeBrito

by , in
A Casa dos Pesadelos: Alguns traumas são difíceis de superar. Outros, seria melhor esquecer - Marcos DeBrito
Nessa trama nacional vamos conhecer Tiago, que quando ainda era uma criança, sofreu um trauma que há 10 anos atormenta sua vida. 

Durante um final de semana na cada de sua avó, ele jura que foi atacado por alguma criatura apavorante. Mesmo passados tantos anos, o trauma ficou, ele ainda tem muita dificuldade para dormir e o medo é seu companheiro constante. 
Quando chega o momento de retornar a casa que tanto lhe causa pânico, Tiago precisa superar seus medos e enfrentar o monstro que lhe causa tanto temor a vida toda, já que a vítima agora é seu irmão mais novo, Bruno. 
O livro apesar de estar na categoria terror, se encaixaria melhor em um suspense, a trama é baseada no sobrenatural e na mente criativa de uma criança cheia de traumas, o livro traz os conflitos internos de Tiago e a coragem dele ao enfrentar seu pior pesadelo pelo bem do irmão , fato que deixa uma certa apreensão, pois acredite, a torcida foi enorme para que Bruno não precisasse passar pelos mesmos traumas de Tiago. 
Gostaria de falar muito mais desse livro sensacional, mas por se tratar de um livro, menos é mais, se eu prolongar mais, posso correr o risco de soltar aquele spoiler indesejado que todos odiamos. 
Nunca havia lido nada do autor, e posso afirmar que minha primeira experiencia foi bastante positiva, a trama tem tudo que gosto em um livro, suspense, apreensão, aquelas histórias que te prendem do início ao fim, acreditem, é de tirar o folego. 
A Faro Editorial fez um trabalho excepcional no livro, desde sua capa, até o designer interior, com páginas em cores diferentes para diferenciar o tempo, gravuras que remetem aos medos de Tiago, não encontrei nenhum erro ortográfico e a diagramação está excelente. 
Após a leitura de A Casa dos Pesadelos, sem dúvidas nenhuma, já estou bastante curiosa para ler outros livros do autor, e recomendo para você, caro(a) leitor(a) que faço o mesmo, pois vale muito a pena!


Leia A Casa dos Pesadelos

06:00:00

#WaintingOnWednesday - Keela, da L.A. Casey

by , in

Eu sou APAIXONADA por esses irmãos e as suas namoradas! E a Editora Bezz está trazendo a Keela para nós. Depois de conhecer o Alec, agora temos um pouquinho da Keela, sua namorada. 

Em breve sai a pré-venda.

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e texto
Sinopse:
Keela Daley está estressada com pesadelos e lembranças de um passado recente. Eles a assombram. Ela não tem tempo para pensar neles enquanto se muda do seu minúsculo apartamento para sua enorme casa com seu noivo. Mudar de casa é uma tarefa chata, e Keela adoraria se as coisas fluíssem de forma silenciosa e tranquila, mas quando você está noiva de um irmão Slater, nada acontece silenciosa ou calmamente. Nada.
Alec Slater ama sua mulher. Ele também adora fazer joguinhos e surpreendê-la. Escolher o dia da mudança para fazer as duas coisas acaba sendo uma falha de proporções épicas. Alec quer compensar Keela por seus erros, mas conforme o dia passa, e as coisas vão de mal a pior, ele não sabe se viver com ele é algo que ela ainda queira.
O que começou como um simples dia de empacotar e mudar de casa se transforma no dia do Inferno. Convidados indesejados. Propostas de negócios. Álcool. Testes de gravidez. Ataque de pânico. Briga. Discussão. Sexo e tudo mais que é louco e representa tão bem o nome Slater. Keela tem uma decisão a tomar, e não a fará com o ânimo leve.
Keela adora Alec, e o que Keela adora, Keela cuida.

A imagem pode conter: texto
05:30:00

[RESENHA] À Sua Espera - Rosemary Beach #10 - Abbi Glines

by , in
À Sua Espera - Rosemary Beach #10 - Abbi Glines
Nesse livro vamos conhecer um pouco mais sobre a vida de Mase, irmão de Harlow que já conhecemos em A primeira Chance, ele também é filho do astro do rock Kiro, apesar disso não aproveita nenhuma facilidade que a fama do pai trouxe para sua vida, ele prefere trabalhar no rancho da mãe e levar uma vida tranquila no interior. Toda sua vida gira em torno do trabalho e das pessoas com que ele se importa, porém, como a gente não planeja nosso destino, tudo muda na vida dele quando Reese entra em sua vida. 
Reese saiu de casa, muito nova e desde então não manteve nenhum contato com a sua família, ela tem um problema que a fez teve ter muita dificuldade na escola, e por conta disso, ela abandonou os estudos, isso é um fato que a fez se tornar uma pessoa solitária, se não bastasse isso, ela ainda carrega todo o peso das lembranças tristes de sua vida . 
Mesmo com todas as dificuldades, Reese construiu uma nova vida, e se sustenta sozinha com seu trabalho de diarista, ela leva uma vida tranquila, porém muito sozinha. Durante um dia de trabalho na casa da nossa amada Nan (só que não, rs.), ela se desequilibra e acaba se acidentando ao quebrar um espelho, e é nesse momento, que ela conhece Mase. Ao ver a situação da menina, ele corre para ajudá-la. A relação entre eles começa através da amizade, da vontade de Mase em ajudar Reese, como já estamos acostumados, o clima entre eles não demora a mudar e eles descobrem um no outro um ombro amigo, um porto seguro e, principalmente, uma nova família. Mase está disposto a curar o coração de Reese, e não me de esforços para mostrar a quão maravilhosa, talentosa e incrível ela é. 
Mase e Reese, tornaram-se meu casal queridinho logo de cara. Ele é completamente deferente dos outros caras que já conhecemos nos outros livros da série, o que torna esse livro tão legal é o fato da autora ter priorizado a amizade, ao invés do desejo, como estamos acostumados a ver, mas não pense que não existe um clima de desejo e paixão entre eles, porque afinal das contas estamos falando da diva Abbi , não é mesmo? 
Mase faz de tudo possível e impossível para ver Reese feliz, realizada e que principalmente se torne uma pessoa confiante. 
Por falar em confiança, Abbi, nos apresenta um problema em Reese, que acomete muitas pessoas, o que a fez se tornar uma pessoa muito fechada e sem confiança nenhuma em si, um fato muito legal, que faz a gente refletir bastante. 
Sou muito suspeita para falar sobre essa série, pois não é novidade nenhuma que eu sou completamente apaixonada, esse livro principalmente, se tornou um dos meus preferidos, cada gesto romântico de Mase fez meu coração se encher de amor, chorei, me emocionei com cada acontecimento e superação na vida de Reese. Abbi é sem dúvidas nenhuma uma escritora incrível, ela sabe exatamente como botar no papel todo sentimento dos personagens e fazer com que a gente se envolva com cada um deles. 
A Editora Arqueiro como sempre, fez um ótimo trabalho na capa, deixando-a exatamente combinando com a história da trama, não encontrei nenhum erro ortográfico e a diagramação está impecável. 
Como sempre lembro nas resenhas dos livros da série Rosemary Beach, não deixem de ler na ordem correta, porque a pesar de serem casais diferentes, sempre encontramos um spoiler ou outro sobre os demais casais. 
Super recomendo a leitura, não só desse livro, mas da série completa!


Leia À Sua Espera


05:30:00

[RESENHA] O Culpado: Algumas coisas jamais podem ser esquecidas - Lisa Ballantyne

by , in
O Culpado: Algumas coisas jamais podem ser esquecidas - Lisa Ballantyne
O Culpado” é um livro intrigante, um drama que aborda a história de Sebastian Croll, uma criança de 11 anos que está sendo julgado por cometer o assassinato de seu amiguinho Bem Stroke, de oito anos. A história é dividida em duas partes, ora contando a história de Sebastian e ora o passado de Daniel, seu advogado. 
A autora conseguiu de forma tocante relacionar essas duas histórias, contando de uma forma muito delicada o passado de Daniel, que também foi uma criança problemática, com uma mãe drogada e conseguiu ser adotado por Minnie, uma mulher com um passado sofrido, mas com muito amor para dedicar ao seu novo filho adotivo. Durante a leitura vamos descobrindo todos os fatos marcantes que fizeram Daniel estudar e se tornar um excelente advogado e o que aconteceu para fazê-lo se afastar de Minnie, uma mulher tão importante em sua vida. 
Já a história de Sebastian é bastante focada durante o seu julgamento no tribunal. Durante muitos momentos me senti angustiada, entendendo que ele era apenas uma criança sendo julgada pelo assassinato, mesmo ele negando e não tendo provas concretas de que ele era o assassino. O acusado era conhecido como uma criança violenta e que não conseguia manter relações de amizade durante muito tempo. Mas ao poucos vamos percebendo os motivos dele se comportar dessa maneira. Uma parte interessante nesse livro é o julgamento de uma criança de apenas 11 anos, algo que não existe no Brasil, e vamos tentando entender o que se passa na cabeça dele durante esse tempo, que não compreende muito as consequências dos seus atos e a angústia dos seus familiares. É estranho imaginar uma criança como um réu, mas a experiência de entender um pouco como isso funciona é muito válido. 
Apesar de o livro ser dramático, ele também tem o suspense que nos faz querer saber se Sebastian matou ou não seu amigo e qual será o seu julgamento. E o que Minnie fez de tão grave para Daniel ter se afastado totalmente dela. Demorei um tempo para conseguir fluir na leitura, a história de Daniel é um pouco pacata, sem muitos desfechos, mas como intercalava entre os dois, não ficava cansativo. É uma história tocante, muito bem escrita, com personagens bem desenvolvidos e com um final que vale cada segundo do nosso tempo lendo. A capa é muito simples, não chama a atenção, assim como o título. Mas como não costumo julgar os livros pela capa dei uma chance e valeu à pena. Para quem gosta de leituras mais dramáticas, com histórias que poderiam ser reais, eu recomendo.


Leia O Culpado
 

06:30:00

Agenda Bienal do Livro de São Paulo 2018

by , in
A imagem pode conter: 3 pessoas, pessoas sorrindo, barba e texto
Foto: Facebook Bienal do Livro SP
Gente, vai ter coisa boa na Bienal do Livro de São Paulo? Sim, vai. E para não perdermos nada, vou montar aqui um calendário de autores nacionais e estrangeiros que estarão no evento, quando e o horário, para ninguém perder nada.
E deixem salvo nos favoritos de vocês, pois vou atualizar** sempre que algum autor informar quando será o seu evento!
Vamos nos preparar para esse evento maravilhoso? A Bienal do Livro ocorre entre os dias 03 a 12 de Agosto de 2018 lá no Pavilhão do Anhembi. Depois deixo aqui as informações sobre como chegar, estacionamento e tudo mais.


03 de Agosto
- Amanda Ághata* - Stand da Qualis Editora


04 de Agosto
- Tessa Dare*


- Amanda Ághata* - Stand da Qualis Editora

- Evilane Oliveira - Stand da Editora Coerência  - 11h às 12h

- Judie Castilho - Stand Editora The Books - 14:30h

- Judie Castilho - Stand Editora The Books - 15:30h

- Vanessa Marques* - Stand da Editora PL/Rico

- Adriana Vaitsman - Stand da Editora Angel - 17h

- Cinthia Freire* - Stand da Qualis Editora


- Marcia Rubim - Stand da Qualis Editora - 10:30h às 18h
05 de Agosto
- Anna Todd*

- Lauren Blakely*

- Sinéia Rangel - Stand da Qualis Editora - 12h às 13h

- Vanessa Marques* - Stand da Editora PL/Rico

- Pat P. F. Gomez - Stand da Editora PL/Rico - 14h às 15h

- Adriana Vaitsman - Stand da Editora Angel - 14h

- Cinthia Freire* - Stand da Qualis Editora


- Marcia Rubim - Stand da Qualis Editora - 10:30h às 18h

06 de Agosto
- Sinéia Rangel - Stand da Qualis Editora - 11h às 12h


07 de Agosto- Yoav Blum*


10 de Agosto
- Soman Chainani*


11 de Agosto
- David Levithan*

- Victoria Aveyard*

- Aretha V. Guedes - Stand da Editora 3DEA - 15h

- Cinthia Freire* - Stand da Qualis Editora


- Marcia Rubim - Stand da Qualis Editora - 10:30h às 18h

12 de Agosto

- Marissa Meyer*

- Aretha V. Guedes - Stand da Editora 3DEA - 14h

- Aretha V. Guedes - Stand da Editora Coerência - 20h

- Mary Oliveira - Stand da Editora Coerência - 12h

- Cinthia Freire* - Stand da Qualis Editora


- Marcia Rubim - Stand da Qualis Editora - 10:30h às 18h

*Horário a confirmar
** Atualização constante
06:30:00

[RESENHA] Rafani: Minha Exceção - Sinéia Rangel

by , in
Rafani: Minha Exceção - Sinéia Rangel
A capa do livro me preparou para o mistério, porém, não esperava tantas emoções e ensinamentos. A mocinha não era qualquer uma, Rafani não tinha nada de igual com qualquer outra protagonista literária que já li. E quando achava que não havia mais nada para ser superado, a autora vai e nos surpreende com muito mais.

Sam é o mocinho mais galinha que já li na minha vida! Confesso que só no final do livro, no epílogo, comecei a gostar dele. Você leu certo, COMECEI! Nada que desabonasse a história, até porque, Sam Allencar tem todas as características de um mocinho da vida real, é o gostosão e pegador, mais que perfeito para Rafani, uma mocinha que se fechou no seu mundo, para todos, por causa do seu passado... escolha a pior palavra que existe na sua vida e coloque aí. 
“Adoraria tê-la nos meus braços e ensiná-la como pode ser bom ser amada por um homem que a vê como a mulher sexy e envolvente que é. Adoraria. Mas não posso. Não devo.”
Como todo bom romance, o inicio nunca é suave e de aceitação fácil. Sam reluta, então a persegue em seu trabalho. Rafani reluta, mas cede ao sorriso encantador de menino-homem que ele tinha.
“Você é uma equação que não consigo resolver. A única merda de equação que me faz perder o sono, porque não sei o que diabos fazer para ter mais tempo com você.”
Com diferença de idades, a autora explorou não só Sam tendo o coração arrebatado por uma mulher mais velha, mas da secretária do poderoso mocinho com seu amigo mais velho que ela. E agora eu confesso, gostei mais de Bárbara e Murilo. Sam Allencar narra grande parte da história, mas era pelos POVS de Bárbara que eu continuava a leitura como se não houvesse amanhã, tão real e tocante a vida dela foi. 
Amei o final de todos, a citação do esporte Airsoft e os sentimentos de explodir o coração que a leitura despertou. Tem cenas tensas, intensas, apaixonantes e de destruir o coração, por isso, prepare o pacote de lenços quando começar a ler.

Leia Rafani
Amazon (e-book)


05:00:00

[RESENHA] As Pequenas Coisas: Um conto de A Linguagem do Amor - Lola Salgado

by , in
As Pequenas Coisas: Um conto de A Linguagem do Amor - Lola Salgado
O conto começa seis anos após nosso casal favorito (pelo menos é meu, rs) ter seu final feliz em A Linguagem do Amor. Nos primeiros anos, Becca ia para onde Adônis e sua banda iam em turnê, porém em determinado momento, ela se cansa da rotina puxada e decide ficar e focar em seu trabalho como escritora. 
Mas, como qualquer casal, os dois passam por altos e baixos, Becca, mesmo tendo tudo que sonhou, se sente incompleta, não sente aquela emoção de antes, logo sente-se deprimida. 
Ao longo do conto, podemos acompanhar o dia a dia de Becca, e logo no início da trama, deparamos com uma grande perda que o casal sofre e junto com isso todos os dilemas. 
Mesmo triste, ela começa a se questionar sobre o que aconteceu que a levou ao estado que se encontra, deprimida e sem se reconhecer, ela tenta de alguma forma, tenta descobrir onde foi parar a Becca que tinha prazer em viver e era alegre. Nessa busca de se reencontrar, ela encontra todas as pequenas coisas perdidas ao longo do tempo e que somente ela pode recuperar. 
"Nas pequenas atitudes. Aquelas que fazemos sem pensar. Que revelam o que habita no fundo da alma."
Cada capítulo, nos mostra como uma situação tão sufocante, pode ser resolvida através da motivação constante, e o principal, não nos deixar cair nem desistir diante das dificuldade, esse conto nos mostra que é possível encontrar luz, quando achamos que tudo é escuridão, afina tudo é uma questão de perspectiva, de como você enxerga a vida e o que você pode fazer para mudá-la.
Confesso que sou meio suspeita para falar sobre esse conto, pois sou profundamente apaixonada pela Linguagem do amor e fã incondicional desse casal, quando soube que teríamos o conto, fiquei bastante ansiosa, pois desde que terminei ALDA, tive a necessidade de mais um pouco da história de amor de Chew e sua Becca. 
Lola além de ser uma fofa, é sério experimentem conversar com ela pelas redes sociais e comprovem o que afirmo, tem o dom da escrita, desde o primeiro livro que li dela pude perceber, e com a Linguagem do Amor e As pequenas coisas, não foi diferente, ela sabe como passar todos os sentimentos e sensações dos personagens ao ponto de a gente sentir como se estivesse vivendo tudo aquilo. 
As pequenas coisas me emocionou tanto quanto o livro anterior, a escrita e a trama são sensacionais, não encontrei nenhum erro ortográfico, diagramação impecável, e o que falar sobre essa capa que ficou simplesmente linda? Como já falei na resenha de a Linguagem, o que falta agora são os físicos desses livros lindos, onde acredite, você encontra amor, diversão e tudo de maravilhoso que uma trama maravilhosa pode oferecer. 
Recomendo a leitura sem sombra de dúvidas, mas recomendo também que antes de iniciar a leitura de. As pequenas coisas, você leia a Linguagem do amor, pois se trata de uma continuação.


Leia As Pequenas Coisas

07:00:00

[RESENHA] Selvagens: Unidos pelo Acaso - Danilo Barbosa & Sue Hecker

by , in
Selvagens: Unidos pelo Acaso - Danilo Barbosa & Sue Hecker

Mais uma vez temos o prazer de conhecer uma faceta literária de Sue Hecker. Misturada com a poesia e os trejeitos de Danilo Barbosa, a combinação não poderia ter sido outra que não fosse: selvagem! Em uma história inspirada no conto de fadas Tarzan, a nossa realidade e os dias atuais trouxeram uma nova maneira de encarar uma ilha deserta e a vida selvagem.
Tarso é o nosso mocinho idealista e cheio de amargura. Com um passado cheio de sofrimento e amor, se isolar em uma ilha foi, além de uma escolha, a única opção que encontrou para se livrar da pessoa que o queria dedicado à ilegalidade. Mil vezes longe da sociedade à viver na infelicidade.
Janice é uma bióloga cheia de ideais. Focada na pesquisa para a recuperação dos leões marinhos, depois de um corte na verba de pesquisa, ela praticamente arregaça as mangas e segue por si só. Ela estava alcançando seu objetivo, só não contava com uma grande onda, um naufrágio e então, Kika.
A gorila Kika é uma personagem a parte. Além de ser o amigo fiel dos protagonistas, roubas algumas cenas com seu jeito carinho, ingênuo e animalesco.

"Diante dos olhos dele, brilhantes de fogo e luxúria, Janice sentia-se como se fosse a presa a ser devastada pela fome do predador feroz."

O encontro dos dois é arrebatador. Ambos alfas e fortes, nenhum deles cedem para se abrir e conhecer um ao outro. Janice não confia, Tarso não está acostumado a lidar com pessoas, tão entrosado com a natureza, ele manda, tudo a sua volta obedece, diferente da nossa mocinha.

"Quando o selvagem toma para si uma amante, ele se mostra mestre e dono, mas também é um obstinado servo. Ele só toma nas mãos aquela que se abre em consentimento…"

Cheio de lições de vida subliminares, conhecer a vida selvagem e acompanhar a transformação de duas pessoas em lados opostos desse mundo foi arrebatador. Confesso que as cenas finais e a ação me prenderam até chegar ao final da história. Aqui, tudo é uma questão de perspectiva, conceitos na sociedade tem um significado e na selva outra. Como isso é possível? Leia e desperte seu lado selvagem como aconteceu comigo.


Leia Selvagens

06:00:00

[RESENHA] Trilogia Dark Paradise - Juliana Dantas

by , in
Trilogia Dark Paradise - Juliana Dantas

Começamos a trama conhecendo Mia, uma de garota de 17 anos, que ama os livros da Jane Austen (Te entendo Mia, rs.) e que não se preocupa nem um pouco com vida social. Quando seu pai é acusado de roubar a empresa onde trabalhava , a vida dela vira de cabaça para baixo , e mesmo tendo provas do roubo, e com seu pai em um estado que não pode se defender, já que ele encontra-se em uma cama de hospital , ela decide ir ao encontro de Lukas Constantini , para tentar negociar um meio de não perder a casa onde mora, e a dignidade da sua família, porém isso lhe custará algo.
Lukas Constantini, é um jovem extremamente rico e dedicado ao trabalho, quando vê a empresa de sua família ruir, devido a um roubo, ele se vê obrigado a recorrer ao último recurso possível para tentar salvá-la, contudo, ele teria que cumprir uma clausula importante: um casamento. Vendo em Mia uma maneira de obter o que precisa, ele decide pedi-la em casamento, porém sem vínculo afetivo, apenas um contrato de matrimonio que duraria 5 anos. Mia aceita, pois é uma maneira de limpar o nome de sua família. O que eles não esperavam, era que um simples contrato e conforme eles esperavam, sairiam ilesos, acaba se tornando bem mais do que isso. 
No segundo livro da trilogia, encontramos uma Mia, nos últimos anos da faculdade, se isolando cada vez mais para não sofrer com a rejeição de Lukas, mas o destino, que não brinca em serviço, parece cada vez mais querer unir os dois. Por não conseguir se afastar de Mia, ele a leva durante as férias de verão da faculdade para passar um tempo no Havaí, porém os problemas da empresa e os segredos de Lukas não deixam de rondar o casal, fazendo com que se afastem de forma dolorosa. 
No terceiro e último livro, vamos ver Mia seguindo sua vida longe de qualquer coisa que lembre Lukas e suas lembranças dolorosas, porém, o fato de saber que seu casamento de mentira está prestes acabar, é o que faz com que ele sofra mais. Hoje, passados cinco anos, Mia não é mais uma adolescente, está muito mais madura e sabe o que quer e a se virar sozinha. Ao receber a resposta de que Mia não aceita nenhum dos termos do rompimento do contrato, Lukas vai ao seu encontro para esclarecer as dúvidas e tentar convencê-la a aceitar as condições. O que era para ser apenas uma viagem a negócios sobre o casamento, acaba se tornando algo bem mais revelador e surpreendente. 
O que falar dessa trilogia que não se resuma em maravilhosa? Juliana como já é de se esperar, não me decepcionou, sempre gosto muito dos livros dela e com esse não foi diferente. Ela soube construir e levar muito bem a trama, nos apresentando o crescimento e amadurecimento de ambos os personagens, toda trama me conquistou do início ao fim, fazendo com que eu sofresse junto com a Mia, sentisse raiva de Lukas em diversos momentos e suspirando com cada cena de amor dos dois. As capas de todos os livros são sensacionais, muito bonitas e bem-feitas, não encontrei nenhum erro ortográfico e a diagramação está impecável! Ah, deixa eu contar uma coisa bem legal, se você adquirir a trilogia em um único volume, ainda leva de brinde um conto de natal de encher mais ainda o coração de amor por esse casal que me ganhou e se tornou um dos meus favoritos! 
Então, o que me resta fazer agora, é sugerir que você corra para ler e se apaixonar por essa trilogia!


Leia Trilogia Dark Paradise
Amazon (e-book)

06:00:00

[RESENHA] Sacrifício de Amor - Família De Marttino #01 - Mônica Cristina

by , in
Sacrifício de Amor - Família De Marttino #01 - Mônica Cristina
Sacrifício de Amor é um livro romântico, com um toque de drama, surpresas, encontros e desencontros. Conhecer o Enzo e Bianca foi apaixonante. Ambos têm seus próprios problemas, mas continuam vivendo e sendo pessoas maravilhosas. 
Bianca é uma garota doce. Estudante de administração, ela se mudou a pouco tempo para Florença. Faltando pouco tempo para acabar sua faculdade, ela está pronta para enfrentar essa nova fase, mesmo sendo muito tímida e inocente. Bianca só não esperava conhecer Enzo e acabar criando grandes sentimentos por ele. 
Enzo é um garoto rico, mas que não quer viver do dinheiro da sua vó e seu irmão mais velho. Vivendo com o seu padrasto e seus dois irmãos mais novos, ele enfrenta um grande problema familiar, vendo os seus dois irmãos mais novos perdidos no mundo e dentro de suas próprias cabeças. Apesar disso, ele continua lutando e indo atrás do seu sonho, abrir uma agência de publicidade junto com o seu melhor amigo palhaço, o Filippo, além de continuar sonhando encontrar a sua garota perfeita. Quando conhece Bianca, ele sabe que é ela, mesmo que os sentimentos estejam descontrolados entre eles, existem muitas barreiras a enfrentar e a primeira deles são os pais de Bianca. 
Quando tudo parece estar certo e as coisas estão indo bem, os erros de outros coloca em jogo o que eles construíram e tudo se perde. No entanto, um reencontro, as verdades e os sentimentos se tornam importantes e quando as coisas são esclarecidas, este casal ainda precisa lidar com os erros do passado, as perdas e aprenderem a lidar com a família quebrada. 
Uma história doce, com personagens cativantes, além de haver muito amor e aprendizado transmitidos. Você se encanta pelo Enzo e o seu jeito doce e protetor, você se vê querendo colocá-lo em um potinho e protege-lo de toda dor que está sentindo. Sorri com as besteiras do Filippo, se encanta pela doçura e timidez da Bianca, mesmo que por muitas vezes você se questione o porquê de algumas atitudes tomadas e não tomadas. Senti falta de um castigo maior para algumas pessoas? Senti, no entanto, tive a sensação que a autora tentou ao máximo nos aproximar da realidade que algumas pessoas vivem e compreendi isso, mesmo que eu mesma desejasse bater em alguns personagens.
Adorei conhecer esse casal e toda a família, me deixando ansiosa para conhecer a história dos irmãos de Enzo e ter mais um pouquinho desse casal em minha vida. 
Apesar de não ter me apaixonado de primeira pela capa, ela contém elementos que te lembram o livro e gostei disso. Além disso, temos uma boa diagramação e revisão, o que facilitou muito a leitura, a deixando leve e fluída. 
Recomendo o livro? Sim, ainda mais se você ama um romance cativante e gostoso de ler.


Leia Sacrifício de Amor