sexta-feira, 23 de fevereiro de 2018

[RESENHA] Eu Nunca - Duologia Eu Nunca Eu Sempre #01 - Josy Stoque & Mila Wander

06:30:00 0 Comments
Eu Nunca - Duologia #01 - Josy Stoque & Mila Wander
Nessa trama superdivertida, vamos conhecer Joseph, um rapaz bonito de vinte e seis anos, trabalhador e virgem. Joseph inicia o livro, noivo de Laurene, sua namorada desde o ensino médio, que também era virgem, pelo menos era o que ele pensava. Laurene, cansada da vida que levava com Joseph, decide não só terminar o noivado, como revela que se entregou para outro, pois não aguentou esperar até a data do casamento. 
Joseph se vê desolado já que foi abandonando e sua ex-noiva conseguiu destruir todos os planos que estavam fazendo para o tão sonhado casamento.
Em um dia qualquer, Joseph vai a lotérica para pagar umas contas, e é lá que sua vida começa a tomar um novo rumo. 
Na fila ele conhece, Pauline, uma moça que além de linda, é independente, engraçada e super liberal, que após ganhar uma promoção no emprego, se muda de São Paulo para Itaú de Minas, uma pequena cidade a sudoeste de Minas Gerais. 
Pauline está ali para apostar na sena, mas ao esbarrar em Joseph, decide iniciar uma conversa mesmo a contragosto dele, e de tanto insistir e colocar diversas possibilidades na cabeça de Joseph, caso ele ganhasse na sena, ele também decide fazer uma aposta, e é aí que o improvável acontece, os dois ganham o prêmio e decidem dividi-lo. 
E a divisão desse prêmio vai para uma viagem pelo Brasil dos dois, porém Pauline impõe algumas regras como não usar o celular, experimentar tudo que puderem e a principal não se apaixonar. 
É muito legal ver a evolução do casal ao longo do livro, o quanto eles se permitiram a experimentar novas coisas, e ver Joseph se libertando das amarras que se impôs durante toda vida, permitindo-se ser tudo que Pauline precisa naquele momento. 
Mesmo diante dessa nova experiência , ele sabe seus limites para não perder-se e acabar se transformando em uma pessoa diferente do que ele é. E a mudança não acontece só na vida dele, Pauline também que leva a vida de uma jeito desesperado, louca para aproveitar a vida o quanto antes, vai desacelerando, e aprendendo que existe beleza no silêncio, na calmaria, e que pela pessoa certa, vale a pena abrir mão de toda liberdade e vida louca que ela tinha. 
Mesmo tendo cenas bem quentes, afinal estamos falando de um livro erótico, as autoras não deixaram de mostrar como a vida dos protagonistas mudaram, o quanto as decisões que tomaram irão repercutir na decisão de que se a vida que eles levavam anteriormente, era o que eles realmente queriam para eles, sem falar do quanto eles conseguiram descrever as belezas do Brasil através das palavras. 
Mas, como tudo que é muito bom, tem seu lado ruim, pois é, preciso dividir com vocês a sensação de vazio que eu fiquei após chegar ao fim do livro e descobrir que por ser muito grande ele foi dividido em duas partes, sim, ainda teremos mais histórias do casal Josephine... 
A trama me conquistou de uma forma imediata, por ter uma história clichê, mas muito bonita, toda transformação dos dois e a evolução ao longo do livro é de se tornar um dos livros que entrou para minha lista de favoritos. 
A editora Pandorga, fez um ótimo trabalho na capa, simples, mas que expressa todo sentimento que arrebata o casal, ficou muito bonita, não encontrei nenhum erro ortográfico, e a diagramação ficou super fofa com os trevos em cada início de capitulo. 
Sem dúvidas recomendo não só o livro, mas que você se apaixone por essa história e por esse casal improvável, mas maravilhoso.
Eu Nunca - Duologia #01 - Josy Stoque & Mila Wander

Leia Eu Nunca



quinta-feira, 22 de fevereiro de 2018

[RESENHA] Joga Comigo - With Me in Seattle #03 - Kristen Proby

06:30:00 0 Comments
Joga Comigo - With Me in Seattle #03 - Kristen Proby
Joga Comigo é o terceiro livro da série With Me In Seattle e só posso dizer que o livro é espetacular em diversos sentidos. Os mocinhos são incríveis, engraçados, fortes e apaixonantes. 
Meg é uma mulher independente. Trabalha na ala de oncologia infantil de um hospital e tenta a todo custo fazer as crianças felizes. Tendo problemas de confiança devido a sensação de abandono que assola nela por conta do seu melhor amigo e por conta dos problemas familiares, ou seja, ela acredita que algumas palavras podem fazer as pessoas irem embora para sempre. No entanto, ela não deixa transparecer que isso a afeta, até conhecer o Will. O jogador de futebol americano arrogante que até então, se recusa a ir conhecer as crianças do hospital. Contudo, a Meg é amiga da irmã do Will, a Jules e acaba tendo de ir na festa de noivado da Jules com o Nate e encontrando o Will como consequência. A atração é inegável, mas ele ainda precisará muito para conseguir transpor algumas barreiras da Meg. 
Will é um cara incrível, jogador de futebol americano, apaixonado pela família e batalhador para alcançar seus objetivos, por onde ele passa, marca presença, mas não sabe lidar com um não e é isso que a Meg dá a ele, algo que o intriga e acaba o atraindo para ela. Em meio a festa de noivado da sua irmã, ele acaba se aproximando de Meg e depois de uma bebedeira, a aproximação deles é inevitável, além da admiração do Will pela Meg devido ao trabalho dela, principalmente depois de conhecer as crianças dela e a admiração da Meg pelo Will, quando ele demonstra ter um enorme coração e saber lidar com as suas crianças. 
Em meio a atração, os três encontros, a fama, o jeito meu controlador do Will e a dificuldade da Meg confiar, eles acabam tendo momentos maravilhosos, mas ainda assim, os problemas estão ali e tudo piora, quando uma banda convidada para o casamento de Jules tem como o integrante principal, aquele melhor amigo que se foi da Meg e o ciúme e o problema de confiança fica entre o Will e a Meg, algo que somente toda a verdade e algumas confissões podem resolver. 
O livro é um clichê gostoso, que nos mostra a luta diária e dolorosa do câncer, o quanto a perda pode ferir não somente os parentes, como os profissionais que atuam com os doentes. Também nos mostra que que para qualquer tipo de relacionamento, seja na amizade quanto amoroso, é necessário ter confiança e quando isso está em falta, pode complicar tudo. Que não é somente o “eu te amo” a forma de demonstrar que sente algo forte, gestos, momentos e palavras também pode demonstrar isso. 
Junto a todas as lições que a história traz, temos uma capa linda, uma revisão e diagramação maravilhosa, mostrando direitinho os pontos de vista dos personagens, a história nos prende com a sensualidade, os momentos engraçados, o amor, o carinho e a compreensão, além de claro, os momentos hots. Ou seja, o livro é maravilhoso e precisa ser lido por todo mundo.

Leia Joga Comigo
Amazon - Saraiva - Submarino - Americanas - Travessa - Shoptime

quarta-feira, 21 de fevereiro de 2018

[RESENHA] Redenção de Um Cafajeste - Redenção #01 - Nana Pauvolih

06:30:00 0 Comments
Redenção de Um Cafajeste - Redenção #01 - Nana Pauvolih
A Redenção de um Cafajeste foi um livro intenso e doloroso, além de ser apaixonante. Você passa o livro inteiro odiando o mocinho, mas no final, acaba o amando muito e sentindo todas as dores dele. Da mesma forma que você passa o livro inteiro agoniada com o que a mocinha vai sentir quando as verdades chegar, com o sofrimento dela e depois sente um pouco de raiva por conta do seu excesso de orgulho, apesar de ser compreensível os motivos.
Conhecer Maiana foi algo que o Arthur não esperava. Vivendo a sua vida em extrema arrogância e enorme prepotência, sempre se achou melhor que todos. Usava as pessoas e as descartava, principalmente as mulheres, até conhecer a Maiana. Uma mulher humilde, trabalhadora, com uma família exploradora e ambiciosa, ela vem vivendo a sua vida da melhor maneira possível. Porém, tentar proteger a sua irmã acabou a colocando no caminho do Arthur e o que ela não sabia é que o que ele quer, ele faz de tudo para conseguir, até passar por cima de todos e fazer um trato com o diabo.
Confiança e amor, são duas coisas que o Arthur não conhece. Cresceu com a sua avó, uma mulher que sempre o lembrava que esses dois sentimentos eram perigosos. Como ele viveu tendo sentimentos únicos e exclusivos para a sua avó, que sempre cuidou dele, Arthur não soube lidar com Maiana entrando em sua vida e todos os sentimentos que ela despertaria, até ser tarde demais e ele a perder por conta dos erros que ele mesmo cometeu.
Um livro intenso, cheio de sexo, traições, mentiras e humilhações. Você passa a história toda com o coração apertado, mas tenta aguentar firme, até não ser mais possível em meio a dor que ambos sentem e se vê chorando e sofrendo junto com os personagens, sentido raiva, mágoa e todos os sentimentos que ambos despertaram um no outro.
A história em si é linda. Contada pelo ponto de vista do casal, você compreende o que se passa na cabeça de ambos, principalmente quando tudo explode na cara deles, mas mesmo assim, não é possível não julgar algumas atitudes, não acabar se tornando o personagem.
Mostrar o amadurecimento e o perdão foram os pontos chaves que me fizeram adorar esse livro, mesmo que o final tenha sido um pouco corrido, ainda assim, não afetou o meu imenso amor por toda a história.
Com uma capa bonita, a edição do livro está maravilhosa. O cuidado com os detalhes, as páginas com o cantinho rosa, toda a diagramação e revisão, o livro em si, junto com a história, está totalmente incrível e se você gosta de um bom drama e muito sexo, esse com certeza é uma ótima indicação.


Redenção de Um Cafajeste - Redenção #01 - Nana Pauvolih

Conheça Redenção de Um Cafajeste
Amazon - Saraiva - Americanas - FNAC - Cultura - Folha

#WaintingOnWednesday - Fueled, K. Bromberg

06:00:00 0 Comments
Vamos a mais um "Lançamento aguardado"? O livro que estamos ansiosas para chegar dessa vez é Fueled, o segundo livro da trilogia Driven, da autora K. Bromberg, lançamento da Editora Universo dos Livros.
Primeiro que essa capa está MARAVILHOSA! A Editora ter permitido escolhermos a capa foi algo sensacional, agradou ao público e ainda deixou a mesma identidade do livro anterior, algo que nos deixou fascinada.
Depois temos a sinopse, que para quem conhece o primeiro livro, com certeza está esperando por esse.
O livro sai dia 16 de Abril e já estou roendo as unhas de ansiedade.

Adquira Fueled
Saraiva - Amazon - Folha

Sinopse:
O que acontece quando a pessoa que você menos espera de repente se transforma na mais importante da sua vida? Colton roubou meu coração. Não era para ele ter feito isso, e tenho certeza absoluta de que não queria que acontecesse, mas ele colidiu com a minha vida, incendiou sentimentos que pensei estarem mortos para sempre dentro de mim e alimentou uma paixão que eu nunca soube que poderia existir. Como é que exatamente aquilo que nenhum de nós previu — nem desejava — tornou-se exatamente o motivo que nos faz lutar com tanto afinco? Ele rouba meu fôlego, para meu coração e me traz de volta à vida, tudo em uma fração de segundo. Mas como posso amar um homem que não me deixa entrar? Que fica tentando me afastar para impedir que eu veja os segredos traumáticos de seu passado? Meu coração sofre, mas a paciência e o perdão têm limites. Rylee despencou daquele maldito armário e entrou na minha vida. Agora acho que eu nunca mais vou ser a mesma pessoa. Ela teve vislumbres da escuridão que existe dentro de mim e, mesmo assim, continua aqui. Continua lutando por mim. Sem dúvida ela é a santa, e eu, certamente, sou o pecador. Como posso desejar uma mulher que me enerva e me obriga a ver que, no profundo abismo negro da minha alma, há alguém digno do amor dela? Uma situação em que eu jurei nunca mais estar, uma pessoa que jurei nunca mais ser. Seu coração altruísta merece muito mais do que algum dia vou ser capaz de dar a ela. Sei que não posso ser o que ela precisa, então, por que não posso simplesmente me separar?

terça-feira, 20 de fevereiro de 2018

[RESENHA] Bela Redenção - Irmãos Maddox #02 - Jamie McGuire

09:59:00 1 Comments
Bela Redenção - Irmãos Maddox #02 - Jamie McGuire
No segundo livro dos irmãos Maddox, vamos conhecer Liis Lindy, uma agente do FBI que acabou de ser transferida. Ela decide romper seu noivado, após perceber que não amava mais seu noivo, tudo que ela precisa é de uma nova cidade, novo começo. Decida a mudar mesmo de vida, ela aproveita que é sua primeira noite na cidade e vai a um bar perto da sua casa e permite-se ficar com um cara sem compromisso, somente por uma noite já que ela está focada a ser compromissada apenas com o trabalho. O que ela não esperava era que a aventura que deveria durar apenas uma noite, se tornaria um dos seus maiores problemas, ao chegar no dia seguinte ao trabalho, ela descobre que o desconhecido da noite passada, é ninguém menos que seu chefe.
Thomas Maddox leva uma vida dupla, para sua família ele é apenas um profissional do marketing, quando na verdade é um agente do FBI. Ele é um profissional rígido e dedicado e comanda sua equipe de forma a explorar ao máximo o seu potencial, não espere nenhum tipo de elogio vindo dele, mesmo que você tenha feito um trabalho excelente. Thomas já é famoso por não ter um humor muito bom, após o amor da sua vida, o ter trocado pelo irmão, o humor dele foi de mal a pior, porém, uma desconhecida em uma noite qualquer num bar, irá virar seu mundo de cabeça para baixo.
Quando Thomas, descobre que sua nova agente é a desconhecida do bar, como não poderia deixar de ser, ele faz de tudo para mostra a Liis que quem manda é ele, mas ela não é o tipo de pessoa que aceita críticas injustas e os dois começam a medir forças. Por força do destino, ambos começam a trabalhar num caso importante envolvendo a máfia e são obrigados a viajar durante um fim de semana disfarçados como casal e essa viagem pode significar um começo ou um fim para os dois.
Liis nunca soube o que era se apaixonar por alguém de verdade porque sua prioridade, sempre foi o trabalho e nunca soube lidar muito bem com seus sentimentos. Thomas ainda está muito machucado pela forma como o seu relacionamento anterior acabou e ainda tem sentimentos pela sua ex-namorada. Quando os dois se tocam que estão atraídos um pelo outro tudo fica muito complicado. Liis analisa tudo, pensa demais e não quer se envolver por medo de se magoar, já que ela sabe que Thomas ainda ama sua ex, já ele vê em Liis sua chance de recomeçar e amar novamente. Mesmo que ainda ame outra pessoa ele percebe que o que sente por Liis é diferente e pode ser completamente diferente do que foi antes.
O desenrolar do relacionamento deles é bem complicado, muitas brigas, muitas desconfianças, mas já adianto que o final é a coisa mais linda que já vi! Thomas sem dúvidas também ganhou meu coração (o que não é muito difícil acontecer, visto que todos os meninos Maddox, são incríveis).
A editora Verus, assim como nos outros livros da série, fez um excelente trabalho na capa, mas fala sério né, muito difícil não se apaixonar por essas capas da série toda, não encontrei nenhum erro ortográfico e a diagramação está impecável.
Recomendo que você conheça não só o Thomas, mas como todos os irmãos Maddox, porque como já estamos acostumadas a saber, quando um Maddox se apaixona é para sempre, e com a gente não é muito diferente, quando nos apaixonamos por um Maddox, é para sempre!


Encontre Bela Redenção



segunda-feira, 19 de fevereiro de 2018

O Que Estou Lendo? - Palácio de Mentiras, Erin Watt

06:30:00 0 Comments
Palácio de Mentiras, Erin Watt
A Leitura da semana? Não podia ser diferente! Palácio de Mentiras, da Erin Watt. Esperei muito por esse livro e agora que o tenho, mal posso esperar para lê-lo! O final da história de Ella e Reed me deixa ansiosa, criando teorias e expectativas, e vou matar todas as minhas dúvidas com esse livro!

Encontre Palácio de Mentiras

Sinopse:
De inimigos mortais a aliados improváveis, dois adolescentes tentam proteger tudo o que mais importa para eles. Ella Harper foi capaz de superar cada um dos obstáculos que surgiram em seu caminho. Forte e resiliente, ela está disposta a fazer o que for preciso para defender as pessoas que ama. Mas lidar com o retorno do pai desaparecido e com o namorado cuja vida está por um fio pode ser demais para a jovem.
Reed Royal tem um temperamento afiado e punhos ágeis. Mas sua habilidade para resolver problemas com violência já não é mais o bastante. Se ele quiser salvar a si mesmo e a sua garota, ele terá que superar o passado e sua reputação manchada.
Ella precisa ser forte para lidar com os Royal... isso se Reed não destruir sua própria família antes.

sábado, 17 de fevereiro de 2018

[RESENHA] Novembro, 9 - Colleen Hoover

06:00:00 0 Comments
Novembro, 9 - Colleen Hoover
Começamos a trama em um nove de novembro que tinha tudo para ser triste, já que há dois anos atrás nessa mesma data Fallon, sofreu um grave acidente que a deixou com cicatrizes e incapaz de continuar sua promissora carreira de atriz. Tudo acontece em uma noite que ela decide dormir na casa do pai, o mesmo que, assim como pensa ela, acidentalmente pôs fogo na casa, desde o dia do acidente, ela acredita que tudo que aconteceu em sua vida, é culpa dele. Mesmo muito magoada, por ter sido justo o próprio pai a tirar seus sonhos, ela encontra seu pai para um café da manhã. Como sempre, ele age como se os últimos anos não tivessem sido um inferno na vida de Fallon. 
Em outra mesa, Ben, um futuro escritor, escuta toda a conversa entre pai e filha e, inconformado com a atitude dele, resolve interferir. E é nesse momento que a vida deles muda completamente. Após o pai sugerir que nenhum cara se interessa por Fallon, já que o último que ela saiu foi justamente à dois anos antes do acidente, Ben se faz passar por seu namorado, e assim, ao apresentar-se como tal, começa a defende-la, fazia tempo que Fallon não era defendida por alguém ou que um rapaz parecia não ligar para sua aparência, já que ela acredita estar “danificada” desde o incêndio. Diante de tal atitude, ela se vê completamente encantada. Após seu pai ir embora, totalmente revoltado com as atitudes de Ben, Fallon resolve passar o dia ao lado desse jovem lindo, porém, estranho, aproveitando a companhia dele para esquecer tudo o que a data representa em sua vida. O que os dois não esperavam, era que o encontro fosse marcar tão significativamente suas vidas. A ligação entre os dois é tão forte, que eles assumem o compromisso de se encontrarem todo ano, durante cinco anos, em todo nove de novembro a partir do primeiro encontro, mas com a condição de que durante os outros dias do ano, eles não tenham nenhum tipo de contato seja por telefone, ou rede social. A princípio, a ideia é ajudar Ben a escrever um livro de romance baseado nesses encontros, porém, com o passar dos anos, a intenção muda completamente. 
A história passa a descrever, cada nove de novembro deles, mostrando-nos como eles mudaram ao longo dos anos, como se envolvem mais e mais a cada encontro, e como carregam as dores e os segredos, que adianto, são pesadíssimos.
O legal de cada encontro é que eles, veem, uma nova chance para recomeçar, e que a amizade entre eles, ajuda superar seus medos e traumas.
Graças a ajuda de Ben, com suas palavras carinhosas e incentivadoras, Fallon, aprende a se amar e a se aceitar exatamente como é, já que ela passou anos fechada em um mundo de culpa, raiva e auto depreciação. Já Ben, quer fazer o bem e ajudar as pessoas que ama, e faz da meta da sua vida, mostrar para Fallon o quanto ela é especial e linda. Mas no fundo, ele também está tão quebrado quanto ela, e acredita que ajudá-la, de certa forma, é um caminho para que ele próprio se ajude.
Conseguimos perceber com intensidade a dor dos personagens, e como seus medos e inseguranças vão mudando ao longo dos anos por causa da influência positiva que cada encontro gera sobre eles. Outra coisa bem legal da trama, é que além de ser narrada por ambos os personagens, a narrativa dura vários anos. A única coisa que senti falta foi o desenrolar da vida deles até cada nove de novembro em que se encontram, apesar de eles comentarem certos detalhes, senti falta de saber um pouco mais do que foi feito da vida deles enquanto estavam separados. Claro que foi ótimo perceber, a cada novo encontro, o quanto eles vão amadurecendo com o passar dos anos, mas ao mesmo tempo sentia mais e mais curiosidade sobre o que eles faziam para preencher a solidão dos outros dias do ano. Mas nem só de amor e encontros anuais vive a trama, pouco antes do fim, nos é revelado um grande segredo, que muda completamente o rumo de tudo e até chegarem ao felizes para sempre que Fallon (e nós) tanto almeja, somos tomados por sentimentos de revolta, dor e sofrimento (aconselho separarem muitos lencinhos, porque vão precisar).
Achei bem interessante a autora, além de abordar o foco inicial que seria o romance, falar também sobre temas importantes como as sequelas deixadas nas vítimas de incêndio (tanto as externas quanto as internas), suicídio, pais ausentes, câncer, morte precoce. 
A trama fluiu de uma forma rápida e intensa, visto que é impossível parar de ler até chegar ao fim, Collen como sempre, não decepcionou e nos apresenta essa trama intensa, porém, com todo romance que já estamos acostumados, e assim como em todos os seus livros, o choro é livre, o ponto principal foi o quanto a autora conseguiu mostrar que o amor cura e renova, ao focar no amadurecimento e no perdão.
A editora Galera Record fez um excelente trabalho na capa, deixando-a simples, porém, muito bonita, sem nenhum erro ortográfico e uma diagramação perfeita, esse livro vai te conquistar e te envolver de uma forma, que no fim, você vai desejar também ter um nove de novembro.


Leia Novembro, 9


sexta-feira, 16 de fevereiro de 2018

[RESENHA] Tudo o que eu sempre quis - Série B&S #03 - Kimberly Knight

06:30:00 0 Comments
Tudo o que eu sempre quis - Série B&S #03 - Kimberly Knight
O último livro da série B&S vemos como a vida do Brandon e da Spencer pode ser depois de todos os problemas que eles enfrentaram. Vemos o quanto a conversa e a compreensão são necessários para que um relacionamento funcione, não somente o amor e o sexo. 
No final do livro anterior, temos alguém chegando na casa deste casal, depois de um pedido lindo. Uma a visita inesperada do irmão do Brandon, o Blake, coloca em teste se a Spencer realmente é capaz de amar o Brandon, mesmo que ele acabe cometendo erros também, porém as chances de que esse relacionamento não funcione é grande, principalmente devido as atitudes que Brandon vem tomando desde que seu irmão chegou e decidiu ficar por um tempo a mais do que o planejado.
Depois de tudo o que enfrentaram e o casamento sendo algo certo na vida deles, era de se esperar que eles fossem mais maduros como casal, saber a hora certa de conversar, não fugir dos problemas e lidar com as situações, porém, vemos que eles não aprenderam. Lidar com as atitudes do Brandon sem realmente falar com ele não foi uma atitude que esperaria da Spencer, mas foi algo que ela acabou fazendo, foi levando as coisas sem parar e conversar com ele, o que causou um grande problema e a culpa é dos dois, não somente dela. Mesmo após casados, na primeira crise em que tiveram, que foi mais uma explosão de todo o acumulado que ela estava tendo com as decisões do Brandon, Spencer acabou fugindo e não sabendo realmente conversar com o Brandon, gerando uma grande crise que poderia ter sido evitada, além de claro, quase terminar de vez com o casamento que mal tinha começado. Em meio a todo o caos que se instaurou, temos uma grande perda, algo que realmente foi sentido pelos personagens devido a importância que ele teve durante a história. No entanto, eles souberam lidar com essa e toda a crise que estavam enfrentando, gerando assim grande presente e uma visão maravilhosa do futuro deles.
Eu gostei da história, apesar de ambos terem me irritado com as atitudes tomadas. Temos enganos, problemas com a bebida, perdão, compreensão, perda, escolhas e decisões. Podemos acrescentar também uma linda capa, mantendo a mesma identidade visual das anteriores, uma revisão e diagramação maravilhosa, aumentando o meu amor pelo livro. 
Se você leu todos os outros, vale a pena ler esse. Com muito sexo e amor, eu indico a série toda, pois você precisa conhecer para se apaixonar pelo Brandon e o seu jeito sexy, e pela Spencer e a sua força.

Tudo o que eu sempre quis - Série B&S #03 - Kimberly Knight

Leia Tudo o que eu sempre quis